Botafogo quer renovar com Gatito; goleiro despista e faz duras críticas a médicos do clube

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Gatito ainda não tem permanência garantida no Botafogo para 2022. Foto: Vitor Silva/SSPress/BFR

O goleiro paraguaio Gatito Fernández não entra em campo há um ano e dois meses. Após sofrer um edema ósseo no joelho direito, o jogador afirmou nesta terça-feira (23), em entrevista à Radio Uno, do Paraguai, que quase optou por encerrar a carreira.

Aos 33 anos, o arqueiro está em reta final da transição e pode voltar a atuar na última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, no próximo domingo (28), contra o Guarani, no Estádio Nilton Santos. Ele detalhou a grave lesão que o acompanhou desde 2020.

“Estava com edema ósseo no joelho direito e o clube, com meu médico particular, tratou de não chegar à cirurgia. Perdi muito por esse motivo, mas quando melhorou uns 90% e voltei a treinar, o edema voltou a aparecer e se decidiu pela cirurgia”, contou Gatito.

Na mesma entrevista, o atleta fez duras críticas ao antigo departamento médico do Botafogo – que, segundo ele, conduziu muito mal a situação.

“A situação dentro do meu clube [Botafogo] estava muito mal conduzida. Os médicos quiseram me fazer uma cirurgia que nunca havia sido feita em nenhum atleta. Se eu aceitasse, teria acabado minha carreira. Hoje esses médicos já não estão no clube graças a Deus. Era a segunda lesão que conduziam mal comigo. Perdi confiança com o corpo médico porque a cada dia me dizia coisas diferentes, me deixavam confuso e, por isso, escolhi Carlos Frutos como meu médico particular. Ele sugeriu a cirurgia quando o edema voltou, salvou minha carreira. Podia ter operado antes, mas hoje é fácil dizer isso”, explicou.

Fim de contrato e renovação

Gatito voltou aos treinamentos há cerca de um mês – e vem acompanhando os bastidores da bela campanha do Botafogo na volta à elite do futebol brasileiro. O clube, por sua vez, já busca renovar o contrato do goleiro – que se encerra no final de 2021.

“O Botafogo já me mandou uma proposta para renovar, tenho possibilidade de continuar no clube, mas meu representante está analisando outras opções”, despistou.

A intenção do Alvinegro, segundo o repórter Thiago Veras, da Rádio Tupi, é uma renovação contratual que inclua metas pré-estabelecidas, como número mínimo de partidas, que aumentem os vencimentos. Por outro lado, o jogador tem um salário considerado alto e precisaria aceitar uma redução para se adequar à realidade financeira do clube.