Corpo encontrado em Maricá pode ser do traficante de SG

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
traficante 'Da Roça' de SG
Da Roça era apontado como o responsável pelo tráfico na Favela da Linha, no Rio do Ouro. Foto: Marcelo Tavares

O corpo encontrado, na manhã desta quinta-feira (24), no bairro Retiro, em Maricá, pode ser do criminoso conhecido como ‘Da Roça’, acusado de ser um dos chefes do tráfico de drogas da comunidade da Linha, no Rio do Ouro, em São Gonçalo.

Segundo a polícia, ‘Da Roça’ era um dos homens de confiança do ‘Jota’, e teria assumido a posição de ‘frente’ da comunidade na ausência do chefe do tráfico de drogas na localidade, controlada pela facção criminosa Comando Vermelho (CV), localizada às margens da RJ-106.

Pelas redes sociais, mensagens afirmam que, na tarde desta quinta-feira (25), um grupo de pessoas pretende fazer uma manifestação na RJ-106 em alusão a morte do criminoso. Questionado a respeito, o comando do Batalhão de São Gonçalo (7°BPM) afirmou que segue monitorando qualquer movimentação suspeita de criminosos, seja na localidade ou na rodovia, após o encontro de cadáver em Maricá.

Horas após o corpo ter sido encontrado, criminosos da localidade realizaram uma queima de fogos e estenderam uma faixa de luto no local onde ‘Da Roça’ era apontado como o líder.

De acordo com a Polícia Militar, uma equipe do Batalhão de Niterói (12°BPM) foi acionada, por volta das 10h desta quarta-feira (24), para verificar a informação de que havia um homem morto na Estrada Cova da Onça, no bairro Retiro, em Maricá. Ao chegarem no local, encontraram o corpo, sem documentos de identificação, com uma bermuda preta, com marcas de tiros no tórax e no crânio.

Uma equipe da Divisão de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNISG) foi acionada para o local e realizou a perícia. Após o procedimento inicial de investigação, o corpo do homem foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) do Barreto, em Niterói.

O caso segue sob investigação da DHNISG, que busca informações sobre a identificação do criminoso, assim como a autoria e motivação do crime.