Fazenda Colubandê recebe circuito de leitura até sábado

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
O evento tem cerca de 30 espaços com atividades contínuas. Foto: Lucas Alvarenga/ Ascom SG

A Fazenda Colubandê no bairro de mesmo nome em São Gonçalo recebeu neste sábado (4), a abertura do Circuito LER PARA VA-LER. O evento acontecerá até o próximo sábado (11), e conta com música, aulas de dança, grafite, apresentação de circo, além de exaltar a literatura, com um universo de livros, alguns deles escritos por gonçalenses.

Neste sábado (4), alunos e professores de quatro escolas da rede municipal prestigiaram o evento. O prefeito Capitão Nelson, que visitou todo o circuito, ressaltou que São Gonçalo está de portas abertas para eventos como este.

“É importante porque São Gonçalo é a segunda cidade em extensão do Rio de Janeiro e trazer um evento dessa magnitude para o município é fundamental, porque a gente tem a certeza de que só vai conseguir se desenvolver através da educação. É preciso começar a passar para as crianças e adolescentes a importância da educação, então é um prazer enorme receber aqui o projeto”, afirmou o prefeito Capitão Nelson.

Encantada com a estrutura e qualidade do Circuito LER PARA VA-LER, a diretora da Escola Municipal Raul Veiga, Débora Rezende, salientou o apoio da prefeitura no evento, levando as crianças para o passeio com ônibus escolar e fornecendo lanches para que os alunos tenham uma experiência completa.

“Eu acho que esse evento era o que estava faltando, porque, por conta da pandemia, as crianças ficaram muito distantes e, por mais que a gente fizesse uma busca ativa, ficou mais difícil. Esse evento está servindo para as crianças voltarem e redescobrirem o gosto pela leitura e pela contação de história, eu acho fundamental”, explicou Débora Rezende.

Responsável pela Secretaria de Educação, Maurício Nascimento, junto com sua equipe, elaborou um esquema de logística para que 11 mil alunos da rede municipal pudessem participar, com seus professores, sem nenhum custo.

“É muito gratificante poder ver nossos alunos e professores participando de um evento desse porte em nosso município. É uma forma de incentivar a leitura, desenvolver o aprendizado e fomentar a educação em São Gonçalo”, disse Maurício Nascimento.

O secretário de Gestão Integrada e Projetos Especiais, Douglas Ruas, explicou que a educação sempre foi o foco do governo, principalmente o combate à evasão escolar.

“Desde o início do governo Capitão Nelson a gente tem se unido para alavancar a educação aqui, combater a evasão escolar e fortalecer a educação. Um evento desse na nossa cidade ajuda tudo aquilo que a gente vinha trabalhando, além de incentivar a leitura.  Nós estamos fazendo um trabalho de abertura de salas de leituras nas escolas da rede pública municipal e esse evento veio contemplar a nossa cidade já nos rumos que a gente vinha traçando desde o início da gestão”, comentou Douglas Ruas.

Espaços

O evento tem cerca de 30 espaços com atividades contínuas; 800 escritores, autores e artistas; dezenas de editoras e livrarias com milhares de livros; cerca de 600 peças, oficinas, atrações e intervenções literárias