Financiamento de imóveis usados cresce 136% no primeiro semestre

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Com prestações dos empréstimos bancários mais em conta, muitas famílias optaram por sair do aluguel e já ter um lugar pronto para morar. Foto: Divulgação

As vendas de imóveis usados estão bastante aquecidas no país. Os empréstimos bancários destinados à aquisição de usados, com recursos da Caderneta de Poupança, saltaram 136% nos seis primeiros meses do ano, se comparado a igual período do ano passado, segundo a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).

De acordo com a Associação, os empréstimos para a aquisição do imóvel próprio somaram R$ 79,7 bilhões para atender à demanda das famílias no período. Deste total, R$ 55 bilhões foram direcionados para a compra de usados, mais do que o dobro do desembolso registrado nos seis primeiros meses do ano passado, quando o volume alcançou R$ 23,3 bilhões.

O momento é muito positivo para o mercado imobiliário, que vem experimentando, desde 2020, taxas recordes de crescimento nas vendas – tanto de moradias novas quanto de usadas – em razão, principalmente, da disponibilidade de crédito, de juros atraentes e de novos hábitos e necessidades das famílias gerados em razão da pandemia da Covid-19.

Com prestações dos empréstimos bancários mais em conta, muitas famílias optaram por sair do aluguel e já ter um lugar pronto para morar, escolhendo os imóveis de segunda mão disponíveis no mercado. Afinal, para quem tem pressa de mudar de moradia, o usado é uma opção acertada. Metragens generosas e preços competitivos são vantagens adicionais em adquirir um imóvel antigo.

Niterói é uma cidade atraente, com farta infraestrutura de comércio e serviços, e boas ofertas de imóveis, a preços convidativos. Quem vai comprar um imóvel na cidade, seja usado, novo ou na planta, pode contar com a consultoria de um dos associados da ADEMI-Niterói para receber orientação de um profissional experiente, que conhece bem as opções disponíveis nos diversos bairros da cidade, selecionando os mais adequados ao perfil de cada comprador.

As vendas de imóveis usados estão bastante aquecidas no país. Os empréstimos bancários destinados à aquisição de usados, com recursos da Caderneta de Poupança, saltaram 136% nos seis primeiros meses do ano, se comparado a igual período do ano passado, segundo a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).

De acordo com a Associação, os empréstimos para a aquisição do imóvel próprio somaram R$ 79,7 bilhões para atender à demanda das famílias no período. Deste total, R$ 55 bilhões foram direcionados para a compra de usados, mais do que o dobro do desembolso registrado nos seis primeiros meses do ano passado, quando o volume alcançou R$ 23,3 bilhões.

O momento é muito positivo para o mercado imobiliário, que vem experimentando, desde 2020, taxas recordes de crescimento nas vendas – tanto de moradias novas quanto de usadas – em razão, principalmente, da disponibilidade de crédito, de juros atraentes e de novos hábitos e necessidades das famílias gerados em razão da pandemia da Covid-19.

Com prestações dos empréstimos bancários mais em conta, muitas famílias optaram por sair do aluguel e já ter um lugar pronto para morar, escolhendo os imóveis de segunda mão disponíveis no mercado. Afinal, para quem tem pressa de mudar de moradia, o usado é uma opção acertada. Metragens generosas e preços competitivos são vantagens adicionais em adquirir um imóvel antigo.

Niterói é uma cidade atraente, com farta infraestrutura de comércio e serviços, e boas ofertas de imóveis, a preços convidativos. Quem vai comprar um imóvel na cidade, seja usado, novo ou na planta, pode contar com a consultoria de um dos associados da ADEMI-Niterói para receber orientação de um profissional experiente, que conhece bem as opções disponíveis nos diversos bairros da cidade, selecionando os mais adequados ao perfil de cada comprador.

Presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Niterói (Ademi), Richard Sonsol é formado pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e manager da Bacos Construtora.

Presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Niterói (Ademi), Richard Sonsol é formado pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e manager da Bacos Construtora.