Praias em Niterói continuam sem acessibilidade

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

Publicada dia 17/09, às 21h. Atualizada dia 18/09, às 9h.

Acessibilidade nas praias de Niterói - Camboinhas
Na Praia de Camboinhas, o dono de quiosque resolveu por iniciativa própria construir um elevador e banheiro acessível para deficientes. Foto: Marcelo Tavares

Moradores e turistas de Niterói poderão desfrutar das praias da cidade a partir de outubro, conforme decreto municipal publicado na última quarta-feira (15). Uma liberação, no entanto, que ainda não contempla uma parcela da sociedade. Sem acessibilidade, deficientes físicos continuam sem acesso a praias da Região Oceânica.

Em setembro de 2019, a Prefeitura de Niterói anunciou a expansão do projeto ‘Praia Sem Barreiras’ para a Região Oceânica. Isso porque, apenas a Praia de Icaraí contava com acessibilidade. No entanto, dois anos depois, apenas a Praia de Itaipu ganhou rampa de acesso à areia. Enquanto as praias de Itacoatiara, Piratininga e Camboinhas permenecem sem oferecer acessibilidade.

Em Piratinga, a promessa de um deck de madeira, depósito em alvenaria com telhado colonial para armazenamento de cadeiras de rodas anfíbias também não aconteceram. Rampas de acesso a cadeirantes ainda estão sendo implantadas nos calçadões. Enquanto em Camboinhas e Itacoatiara continuam sem qualquer obra.

Acessibilidade

Empresário e dono de um quiosque, na olra Camboinhas, Alexander Ferreira, de 50 anos, adotou a iniciativa de construir um elevador e um banheiro para cadeirantes.

“Esse é um projeto grande, difícil, se fosse fácil todo mundo fazia, eu quero ajudar as pessoas, fazer o que ninguém fez até agora e também quero que meu comércio cresça”, informou.

Alexander disse ainda que pretende finalizar as obras do banheiro na próxima semana, em relação ao elevador ele afirma que está sendo planejado e que deverá ficar pronto até o fim do ano.

Projeto Praia sem barreiras

Na Praia de Icaraí o projeto Praia sem Barreiras já existe. Foto: Ascom Niterói

O projeto Praia sem Barreiras existe na Praia de Icaraí, na Zona Sul de Niterói, desde 2015. A estrutura fica na altura da Praça Getúlio Vargas e possui rampa e esteira na areia. 

Pelo projeto apresentado pela prefeitura, em Piratininga seria construído um deck de madeira, um depósito em alvenaria com telhado colonial para armazenamento de cadeiras anfíbias, tendas e cadeiras de praia.

Na Prainha de Itacoatiara, a área de atuação seria na escada de acesso já existente. A promessa é implantar um corrimão em duas alturas, e a recomposição do piso da escada.

Por último, em Camboinhas, o projeto seria a recomposição de rampas existentes nos acessos à praia, com padrão do piso liso, antiderrapante, não trepidante e sinalizadas com piso tátil de alerta.

Na ocasião a prefeitura informou, inclusive, que o projeto é parte de um convênio com a Caixa Econômica Federal e investimento de R$ 40 mil.

Procurada sobre a previsão e início das obras pendentes, após dois anos, a Prefeitura de Niterói se limitou a dizer que o projeto está passando por ajustes, mas não informou datas para as mudanças.