Maricá supera o tradicional América e vence a primeira na A2 do Carioca

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Chula marcou o gol da vitória do Maricá. Foto: Reprodução

O Maricá conseguiu sua primeira vitória na Taça Santos Dumont, primeiro turno da Série A2 do Campeonato Carioca, ao vencer o América por 1 a 0 no Alzirão, em Itaboraí, na tarde deste sábado (12). A equipe maricaense chegou aos quatro pontos em dois jogos e segue na luta pela classificação às semifinais. O gol do jogo foi marcado por Jonathan Chula.

O primeiro tempo foi muito equilibrado e com muitas chances de gol, mas foram os donos da casa que abriram o placar logo aos 7 minutos em bonita arrancada de Dedé, volante revelado pelo Botafogo em 2012. O capitão da equipe recuperou a bola no meio e partiu em arrancada até a entrada da área, onde só rolou para Jonathan Chula, cara a cara com o goleiro Luis Henrique, chutar rasteiro para o fundo do gol.

O América só ameaçou aos 35 minutos, quando Dieguinho fez jogada de habilidade na intermediária, driblou dois e lançou por cima para Jones. O camisa 10, na linha da pequena área, finalizou forte para grande defesa do goleiro Arthur. Aos 42, o zagueiro Cristian Luca recuperou a bola no meio-campo e, pegando o Maricá desarrumado, lançou em profundidade para Jones. Novamente no mano a mano, ele chutou cruzado e viu Arthur salvar de novo.

O Tsunami respondeu bem à reação dos visitantes. Aos 46, em cobrança curta de escanteio pela esquerda, Valber recebeu na quina da área e chutou cruzado, com muito perigo. A bola cruzou toda a extensão da área e, por muito pouco, o zagueiro Helton não alcançou. Ele se esticou todo junto ao segundo pau, mas a bola saiu pela linha de fundo.

Por outro lado, o América quase empatou antes do intervalo. Aos 48, o lateral-direito Polegar esticou na linha de fundo para Magno. O atacante avançou em velocidade e cruzou na cabeça de Jones, na entrada da pequena área. Ele subiu mais que a zaga e cabeceou à queima-roupa, mas Arthur, o grande nome do jogo, fez mais um milagre ao espalmar. A bola ainda explodiu na trave antes de a zaga afastar o perigo para escanteio.

Segundo tempo

A desvantagem no placar fez a equipe do Sangue começar o segundo tempo com mais posse de bola, mas sem encontrar espaços para criar boas chances. Fechado defensivamente, o Maricá buscava oportunidades de contra-ataque, só que falhava sempre no último passe.

Aos 15, Jackinha foi lançado na linha de fundo e cruzou na marca do pênalti. Wander, que entrou na segunda etapa, tentou acertar um voleio e acabou mandando por cima. A pressão aumentava. Paulo Henrique, experiente volante e ex-jogador do Maricá, postado na área central do campo, atuava como um regista, distribuindo o jogo e ditando o ritmo da partida.

O jogo passou a ficar mais pegado, com muitas faltas e poucas finalizações. O Maricá amarrou bem seu sistema defensivo, minimizando as investidas do América, que só chegou com algum perigo aos 29. Paulo Henrique lançou pela esquerda para Yan, que cruzou na área. Em cabeceio de Wander, outra defesa tranquila de Arthur.

Aos 34, começou a pressão do último gás dos visitantes. Yan, novamente pela esquerda, cruzou para Tadeu. Ele cabeceou colocado e, com Arthur já vendido, o zagueiro Índio desviou para escanteio. Na cobrança, Arthur saiu mal e a bola sobrou para Cristian Luca, totalmente livre, no segundo pau. De forma inacreditável, ele cabeceou por cima do gol e perdeu chance incrível.

O árbitro deu 12 minutos de acréscimo, mesmo sem nenhuma paralisação durante o jogo, e o Maricá sofreu para segurar o resultado. Com várias jogadas de bate-rebate dentro da área, foram vários os sustos – embora não tenham representado perigo para Arthur. Sem conseguir ficar com a bola, a equipe da casa lutou até o fim para afastar os chuveirinhos na área de defesa, mas conseguiu encerrar a partida com a primeira vitória na competição estadual.

Classificação

Como todas as partidas do Grupo B terminaram empatadas na primeira rodada da Taça Santos Dumont, a liderança foi decidida no saldo de gols. O Audax, que goleou o Macaé por 6 a 0, fica com a liderança. O Sampaio Corrêa derrotou o Angra dos Reis por 2 a 0 e alcança a segunda colocação. Já o Maricá, com a vitória pela vantagem mínima sobre o América, termina em terceiro lugar.

No Grupo A, o Gonçalense perdeu a segunda em dois jogos e é o lanterna. Após ser derrotado como mandante para o Artsul, por 2 a 1, no Luso Brasileiro, a equipe de São Gonçalo foi ao Eduardo Guinle, em Friburgo, onde perdeu para o Friburguense por 1 a 0. O Americano venceu a Cabofriense por 2 a 0 e roubou o primeiro lugar do Artsul, que joga neste domingo (13) contra o Duque de Caxias.

Como é uma competição de tiro curto, o primeiro turno tem apenas mais três rodadas. Apenas os dois primeiros se classificam para as semifinais.