Obras de melhorias são iniciadas no Morro do Abacatão, em São Gonçalo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Comunidade é beneficiada pelo projeto Mãos à Obra. Foto: Luiz Carvalho/Ascom SG

A Prefeitura de São Gonçalo, por meio das secretarias de Gestão Integrada e Projetos Especiais e de Desenvolvimento Urbano, lançou nesta quarta-feira (24) um pacote de pavimentações do projeto Mãos à Obra, no Morro do Abacatão, no Boa Vista. O prefeito Capitão Nelson foi representado pelo subsecretário de Governo, João Ventura, no início dos trabalhos, que também contou com a presença do vereador Lecinho.

“Esse era o sonho da minha mãe, que infelizmente não está mais aqui. Demorou, mas saiu essa pavimentação”, disse o morador Luciano Rodrigues Barros, de 45 anos.

Com a ação, que teve início na Rua Argélia e irá pavimentar 13 ruas e beneficiar mais de 10 mil moradores, todo o morro estará asfaltado. Uma intervenção que, somada à iluminação pública – que já contempla toda a comunidade – e à coleta regular, levará mais qualidade de vida para a população daquela região.

“Estamos empenhados e muito satisfeitos com os resultados desse projeto. Vemos nas ruas a felicidade dos moradores com essa ação e pretendemos levar para mais bairros da nossa São Gonçalo. O Morro do Abacatão será outro depois dessas intervenções”, disse o secretário de Gestão Integrada e Projetos Especiais, Douglas Ruas.

Mãos à Obra é uma parceria entre o Executivo municipal e a comunidade para execução de obras de calçamento e/ou pavimentação de ruas, com o objetivo de melhorar a situação de acessibilidade às comunidades e garantir a qualidade de vida dos usuários. Essa ação tem por objetivo promover o associativismo e participação comunitária nos planos de gestão administrativa, destinados à dotação de infraestrutura das vias urbanas municipais.

“A nossa sensação é de muita alegria. Tenho 43 anos, nascido e criado aqui, e a gente nem acreditava de chegar nesse momento. Esse é um sonho que está sendo realizado”, relatou o presidente da associação de moradores, Mauro Jorge Gerônimo da Silva, que compartilha o sentimento com os demais moradores.