Vagas de emprego para pessoas em situação de vulnerabilidade em Niterói

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
O objetivo é aumentar a empregabilidade dessas pessoas e dar uma oportunidade para que elas possam voltar ao mercado de trabalho. Foto: Arquivo/Pedro Conforte

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Economia Solidária fechou uma parceria com Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Niterói para encaminhar as pessoas acolhidas no hotel emergencial para vagas de emprego. O objetivo é aumentar a empregabilidade dessas pessoas e dar uma oportunidade para que elas possam voltar ao mercado de trabalho.

O secretário municipal de Assistência Social e Economia Solidária, Vilde Dorian, ressalta que dar autonomia para que as pessoas possam romper o processo de vulnerabilidade social é muito importante.

“O desemprego figura entre os fatores que contribuem para a situação de rua. Assim, as ações voltadas para inclusão produtiva são fundamentais para ampliação da autonomia, participação social e superação desta situação”, destaca o secretário.

A coordenadora do Hotel Emergencial, Marta Oliveira, explica sobre a parceria com o Sine.

“A equipe técnica fechou uma parceria que vai buscar, dentro do perfil dos nossos usuários (escolaridade, idade, experiências etc) vagas para que possamos encaminhá-los para entrevistas de emprego. O banco atende a todo o Rio de Janeiro mas, com a parceria, eles vão priorizar os nossos usuários para as vagas com perfil identificado. Além disso, também recebemos algumas vagas de curso do Senai dentro dos critérios definidos”.

De acordo com a coordenadora, o Sine faz a porta de entrada, cadastrando as informações dos usuários no banco de dados da empresa. Quando uma vaga se encaixa ao perfil desejado pela empresa, o Sine emite uma carta de indicação para que o usuário possa participar do processo de seleção.

Além da parceria com o Sine, a equipe do hotel está sempre em busca de parceiros para encaminhar os acolhidos para oportunidades de emprego. No início de outubro, um usuário que está acolhido há cinco meses no hotel começou a trabalhar como zelador em uma escola particular de Niterói.

Rede atacadista

Dez usuários do Hotel Emergencial foram encaminhados e receberam carta para participar do processo seletivo de uma empresa de atacado. A empresa vai entrevistar e avaliar cada um para decidir a questão da contratação caso eles estejam no perfil.

A equipe do hotel está fazendo toda a orientação das etapas do processo de recrutamento e seleção, incluindo o teste de conhecimentos gerais de português e matemática.

Cursos

Na segunda quinzena de outubro, a equipe do hotel vai inscrever os acolhidos em vagas de cursos nas áreas de metalurgia e logística e cursos de assistente administrativo e aplicador de revestimentos cerâmicos.