Orfãos de idosa morta em assalto a ônibus em SG precisam de um lar

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Orfãos de idosa morta em assalto a ônibus
Cães abandonados eram retirados das ruas de Itaipuaçu. Foto: Arquivo Pessoal

A morte da idosa Elvira Ferreira Matos, de 75 anos, vítima de uma troca de tiros durante um assalto dentro de um ônibus em São Gonçalo, na última semana, deixou órfãos 14 cães que moravam com ela. Amigos se mobilizam para que garantir um lar aos animais desamparados.

Segundo a estudante de Veterinária, que era amiga da vítima, Danielle Silveira,  dois cães já foram adotados e três estão em processo de adoção. 

“Estou divulgando os cães para adoção e fazendo a seleção dos adotantes para ajudar a família. Eles não descartaram os animais, estão fornecendo alimentação e suporte necessário, mas infelizmente não poderão ficar com eles.

De acordo com a universitária, Elvira abrigava animais abandonados nas ruas.

“Moro em Itaipuaçu e ficamos amigas quando trabalhamos juntas. Ela amava os animais, então se visse algum sofrendo ela resgatava e cuidava.  Quando não conseguia fazer adoção ela ficava com o animal.  Mas estava evitando resgatar ultimamente porque queria ir embora de Itaipuaçu.

Adoção responsável

Orfãos de idosa morta em assalto a ônibus
Animais eram cuidados pela idosa que acabou vítima de tiro durante um assalto a ônibus em São Gonçalo. Foto: Arquivo Pessoal

Danielle salientou que existe uma preferência para adotantes que sejam de Maricá para que haja acompanhamento em todo o processo de adaptação dos cães.

“São cães idosos e sem raça definida. Muitos estão entrando em contato querendo adotar cães jovens e perguntando se há de raça. Além disso,  é uma adoção com assinatura de termo de responsabilidade, entrega na residência do adotante e acompanhamento pós adoção. Só serão doados para quem tenha condições de alimentar adequadamente e levar ao veterinário”

Para quem desejar adotar um dos animais pode entrar em contato com a Danielle pelo aplicativo WhatsApp (21)99983-3490. Contato terá que ser feito por mensagem.