PM e ex-policial civil são presos acusados de extorsão na Baixada Fluminense

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Armas foram apreendidas e levadas para a sede da DDSD, na CidPol. Foto: divulgação Pcerj

A Polícia Civil prendeu em flagrante, nesta sexta-feira (14), o policial militar acusado de fazer parte de uma quadrilha que se passava por policiais civis da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD) que extorquia dinheiro de donos de postos de combustíveis em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Na operação, um ex-policial civil acabou preso.

O PM é lotado no 15º BPM (Duque de Caxias). Após a prisão, ele foi apresentado à Corregedoria da PM e levado para o Batalhão Prisional da Polícia Militar em Niterói.

De acordo com as investigações, o bando usava camisas com as inscrições da Polícia Civil e se apresentava em postos de combustíveis exigindo o pagamento de quantias, sob o pretexto de livra-los de fiscalizações da DDSD. O bando também é acusado de realizar falsos bloqueios para extorquir dinheiro de caminhoneiros.

O policial militar e seu comparsa foram presos no momento em que extorquiam um motorista de caminhão a pagar a quantia de R$ 5 mil reais em troca da devolução de sua arma de fogo legalmente registrada, apreendida pelos supostos policiais civis.

O PM Leonardo e o ex-policial civil foram indiciados pelo crime de extorsão qualificada.