Quem é Milton Maluhy Filho, escolhido para comandar o Itaú?

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Atual presidente, Candido Bracher, completa 62 anos em dezembro e atingiu a idade limite para continuar na presidência. Foto: Rede Social

Milton Maluhy Filho foi escolhido pelo conselho de administração do Itaú Unibanco para assumir a presidência da instituição nesta quinta-feira (29). O motivo da substituição é a idade limite do atual presidente, Candido Bracher, que completa 62 anos em dezembro. Milton assumirá em fevereiro de 2021 o cargo mais alto do maior banco privado do país.

Maluhy é o atual vice-presidente executivo de riscos e finanças, CFO e CRO do Itaú, ele entrou em janeiro de 2002 e nesses 18 anos exerceu diversas posições no banco, desde diretor executivo da Rede (empresa de máquinas de pagamento) até presidente do Itau no Chile, se tornando sócio do banco.

Aos 44 anos, Milton será o mais jovem CEO entre os grandes bancos privados, com diversos desafios e responsabilidades, como a transformação digital e a entrada de novos concorrentes e inovações.

Desafios

Além da concorrência, Milton precisará enfrentar o fim de programas do governo. Foto: Divulgação

Como principal desafio de curto prazo, o executivo terá de lidar com o aumento da inadimplência previsto para o início do próximo ano, o fim do auxílio emergencial, fim da extensão de prazos para pagamento de débitos.

O principal concorrente, o Bradesco, criou o banco digital Next, separando a marca digital do já consolidado. O Itaú fez o contrário, trazendo as inovações para a marca principal, buscando se consolidar com a marca existente.

Na próxima terça-feira (3), a companhia divulgará seus resultados do último trimestre, de julho a setembro, com perspectiva de apresentar resultados melhores que do período anterior. Segundo o Bradesco BBI, a expectativa é de alta de 5% no lucro, em torno de R$4,423 bilhões, atingindo um retorno sobre o patrimônio líquido de 17%. As despesas liquidas devem ser apresentadas com uma redução de R$1,2 bilhão. O resultado será comentado no próximo dia 4 por meio de teleconferência as 10h.

Gabriel Magalhães é formado em Administração pelo IBMEC, especializações em Negócios no Brasil e no Exterior, e masters em Engenharia Econômica Financeira pela UFF. Ele fala sobre as tendências do mercado financeiro e os altos e baixos da economia.