Vitor Belfort se irrita ao ser questionado sobre uso de esteróides

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email
Vitor Belfor se irrita com pergunta de jornalista. Foto: Rede Social

O clima esquentou entre Vitor Belfort e o jornalista Guilherme Cruz, durante participação do lutador no podcast ‘Salve’, na última quarta-feira (6). Uma pergunta envolvendo a Terapia de Reposição de Testosterona (TRT) irritou Belfort, que ofendeu o repórter.

O TRT é um tratamento para pessoa que apresenta níveis baixos de testosterona, hormônio que tem como responsabilidade o desenvolvimento do pênis, timbre da voz, agressividade, crescimento dos músculos e força de explosão.

Assim que o lutador foi questionado foi perceptível o incômodo e ele já respondeu de forma alterada.

“Você voltou a fazer o uso do TRT agora que você não está mais debaixo da Agência Anti-Doping dos Estados Unidos, que não permitia?”, perguntou Guilherme.

“Ô, Guilherme, as minhas coisas de tratamento médico assim, é igual você: você é viado? Você é gay?”, indagou Belfort para negativa do repórter, que não entendeu bem a comparação.

“Como é sua vida sexual? É uma coisa pessoal. O que faço pessoalmente com a minha vida em termos de medicamento, se tomo remédio para depressão, isso é coisa pessoal e prefiro manter para mim”.

Vitor Belfort

“É igual você, um cara que é polêmico, Eu olho para sua cara e vejo falsidade, um cara que não é muito correto. Fala uma coisa aqui, outra ali. Tive experiencias com você ao longo do tempo que não foram muito boas, mas você escreve, tem que criar e vender notícia. Faz parte da nossa vida. Estou aqui falando com você porque gosto de me comunicar com os fãs. E acho que passamos por um momento que tem tantas coisas boas para serem faladas e aí focamos em uma coisa que é pessoal”.

Vitor Belfort

Guilherme, paciente, deixou o lutador terminar seu desabafo para responder e foi certeiro como uma flecha.

“A minha orientação sexual não tem relação com a minha carreira, minha profissão. Mas você fazer reposição hormonal tem um impacto na sua carreira”.

Guilherme Cruz