Richard Sonsol - Mercado Imobiliário

Vendas on-line aquecem mercado imobiliário

Imagem ilustrativa da imagem Vendas on-line aquecem mercado imobiliário
As visitas passaram a ser feitas através de fotos, vídeos e vídeo chamadas, onde o corretor mostra todos os detalhes do imóvel ao interessado. Foto: Arquivo/Pedro Conforte

Comprar um imóvel sem sair de casa era um sonho de consumo no passado, virou tendência há pouco tempo e hoje já é realidade no país. Com a digitalização crescente do mercado imobiliário, acelerada em resposta ao isolamento imposto pela pandemia da Covid-19, é possível fazer tudo pela internet, desde a escolha, visitação e fechamento do contrato.

A Web está aí para dar eficiência e desburocratizar os negócios em diversos níveis. Em alguns países, como nos Estados Unidos, as transações imobiliárias podem ser feitas totalmente on-line. A capacidade de fazer contratos de maneira virtual facilita e impulsiona as vendas. É um caminho sem volta.

Com o isolamento social, os consumidores correram para o e-comércio para a compra de produtos e serviços. O mesmo aconteceu em relação aos imóveis. As famílias passaram a pré-selecionar os apartamentos e casas utilizando ferramentas digitais.

As visitas passaram a ser feitas através de fotos, vídeos e vídeo chamadas, onde o corretor mostra todos os detalhes do imóvel ao interessado. Há também o ‘tour virtual’, com o uso de fotos em 360 graus ou óculos de realidade virtual. Ao final do processo de escolha é que o comprador agenda uma visita física ao imóvel, antes de fechar o negócio. E, em alguns casos, nem isso.

As vendas estão em alta. Em maio, o volume de financiamentos com recursos das cadernetas de poupança bateu recorde histórico para o mês. O desembolso somou R$ 17,47 bilhões, superando em 4,6% o registrado em abril, além de dar um salto de 144,9% se comparado a maio do ano passado (R$ 7,13 bilhões).

Foram negociados 73,2 mil imóveis, 4,3% a mais que abril e alta de 194,6% em relação a 2020, segundo a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).

A demanda por imóvel em Niterói se mantém firme em todos os bairros da cidade - que oferece excelente infraestrutura e preços competitivos. Para fechar um bom negócio, procure os associados da ADEMI-Niterói para obter a assessoria necessária para fechar um bom negócio.

Presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Niterói (Ademi), Richard Sonsol é formado pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e manager da Bacos Construtora.

Presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Niterói (Ademi), Richard Sonsol é formado pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e manager da Bacos Construtora.

Richard Sonsol - Mercado Imobiliário

Richard Sonsol - Mercado Imobiliário

Presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Niterói (Ademi), Richard Sonsol é formado pela Universidade Federal Fluminense (UFF) e manager da Bacos Construtora.

< Rodrigo Neves já costura alianças com o PSD de Eduardo Paes de olho em 2022 Vacinação do Clube Central transferida para o Campo de São Bento em Niterói <