Entretenimento

Mitos e verdades sobre o que usar e comer nos dias mais quentes do ano

Imagem ilustrativa da imagem Mitos e verdades sobre o que usar e comer nos dias mais quentes do ano
Saber o que comer e como se vestir vai melhorar o seu dia. Foto: Pedro Conforte

O verão no Rio de Janeiro não dá trégua, e com muita exposição ao sol é necessário tomar alguns cuidados com o corpo e a pele. O alerta vai desde a alimentação até os cuidados com o que vestir para garantir um dia mais resfrescante no calorzão.

Alimentação

A nutricionista Larissa Lima afirma que além beber bastante água e usar protetor solar, é necessário também tomar cuidados com a alimentação.

"Devemos ter muito cuidado com as altas temperaturas que vêm sendo registradas, pois podem desencadear queda de pressão arterial, desidratação, perdas através do suor excessivo, queimaduras solares, retenção de líquidos corporais, sensação de fadiga, entre outros desconfortos"

o que usar e comer nos dias mais quentes do ano
Escolha da alimentação é fundamental para garantir boa digestão durante o verão. Foto: Divulgação

Dicas

  • Apostar mais em alimentos frescos e com digestão facilitada: saladas e frutas, pois o calor pode dificultar o processo de digestão. Alimentos com alto teor de betacarotenos como cenoura, abóbora, mamão, manga, espinafre e damasco, podem auxiliar também na proteção da pele e no bronzeado desejado;
  • Moderação no consumo de alimentos gordurosos, frituras, carne vermelha e outros de digestão prolongada, pois podem potencializar a sensação de fadiga;
  • Reduzir o consumo de sal e de alimentos ultraprocessados, com elevada quantidade de sódio, assim como a ingestão excessiva de bebidas alcoólicas. Estes alimentos podem estimular a retenção hídrica, o inchaço, que já é facilitado neste clima;
  • Evitar consumo de alimentos na rua. Sempre utilize bolsas térmicas e gelo, principalmente ao lidar com preparações que necessitam de maior cuidado no armazenamento e na conservação, para evitar infecções recorrentes no verão;

Larissa ainda disponibiliza uma deliciosa receita para se refrescar durante o dia e matar aquela vontade de comer doce, mas de forma saudável.

"Uma dica legal para suportar as elevadas temperaturas, principalmente, para as crianças é preparar picolés saudáveis feitos de fruta."

Receita

Ingredientes

o que usar e comer nos dias mais quentes do ano

  • 340 ml de iogurte natural (sem sabor);1 xícara com morangos congelados, devidamente higienizados;2 colheres de sopa de mel
  • 1 xícara com morangos congelados, devidamente higienizados;
  • 2 colheres de sopa de mel
  • Bater num mixer ou liquidificador. Divida a mistura em forminhas de picolé ou saquinhos de sacolé e leve ao congelador. Assim que estiverem totalmente congelados, estão prontos para o consumo. Não é recomendado para bebês com menos de 1 ano de idade.

    Trajes

    A roupa que usamos tem um grande impacto nos nossos dias, e a escolha incorreta do vestuário pode resultar em mais calor. A consultora de moda Evelyn Bonorino garante que roupas 100% algodão são as melhores opções para os dias mais quentes.

    o que usar e comer nos dias mais quentes do ano
    Usar roupas feitas de algodão é a melhor opção para evitar a sensação de calor. Foto: arquivo

    "No ambiente social e pessoal somos livres para usarmos o que quisermos, e os mais adequados são shorts e bermudas, camisetas, vestidos e top. Porém, no ambiente profissional existem alguns limites. A melhor adequação é apostar no 100% algodão, pois é o único tecido que permite que o corpo respire evitando, na medida do possível, a transpiração. Os modelos vão depender do código de vestir da empresa"

    Quem nunca ouviu 'roupa preta aumenta o calor'. Pois bem, Evelyn deixa claro que isso é um mito e que apenas traz a sensação de que roupas escuras aumentam mais a sensação térmica.

    "Roupas escuras oferecem apenas a sensação emocional de que esquentam mais. Pense um casaco de pele branco, esquenta tanto quanto um preto"

    Pele

    o que usar e comer nos dias mais quentes do ano
    Cuidado redobrado com a pele para preservar a textura e retardar o envelhecimento. Foto: Divulgação

    Já para a pele, a especialista em harmonização orofacial Pâmella Castro, reafirma a necessidade de usar protetor solar, que serve não somente para prevenção do câncer de pele, mas impede o surgimento de manchas, melhorando a textura da pele e retardando o envelhecimento.

    Para escolher o fator de proteção correto é preciso considerar o tempo de exposição ao sol e o tipo de pele. O fator de proteção indicado é o 50, que já protege contra raios ultravioleta e deve ser reaplicado a cada duas horas.

    A especialista esclarece ainda os cuidados extras para quem passou por algum tipo de procedimento estético. Veja os principais:

    • É preciso evitar pegar sol nas primeiras 24 horas após preenchimentos de fios e o botox — que são os campeões de procura no consultório.
    • Em casos de hematomas, é preciso manter restrições, até que o local onde foi feito o procedimento esteja recuperado.
    • Em casos de procedimentos cirúrgicos como lipoaspiração de papada e rinomodelação, por exemplo, o recomendado é evitar sol nos primeiros 90 dias, para evitar escurecimento das cicatrizes e da pele. Além de inchaço e latejamento.
    < Teste rápido para Covid-19 será incluído na cobertura de planos de saúde Jornalista italiano revela primeiro reforço pedido por Paulo Sousa no Flamengo <