Esportes

Calderano faz história no tênis de mesa, mas Tsuboi é eliminado

Imagem ilustrativa da imagem Calderano faz história no tênis de mesa, mas Tsuboi é eliminado
Calderano segue fazendo história no tênis de mesa. Foto: Wander Roberto/COB

A disputa ainda está rolando, mas o Brasil já atingiu o seu melhor resultado olímpico da história no tênis de mesa. O carioca Hugo Calderano venceu o disputadíssimo duelo contra o coreano Jang Woo-jin, por 4 sets a 3, e levou nosso país pela primeira vez às quartas de final dos Jogos Olímpicos na modalidade.

A partida foi eletrizante e teve parciais de 11/7, 9/11, 6/11, 11/9, 4/11, 11/5 e 11/6. Mostrando muito equilíbrio, os competidores alternavam bons e maus momentos. O número um do ranking nacional precisou de paciência e sabedoria para derrotar o 12º colocado do mundo. Com a vitória, ele superou seu próprio desempenho na Rio2016 e também a campanha de Hugo Oyama, referência na modalidade, em Atlanta1996.

Calderano segue sendo uma das principais esperanças de pódio do Brasil no Japão. Nas próxima fase, ele encara o alemão Dimitrij Ovtcharov. O jogo será nesta quarta-feira (28), às 9h.

A outra face

Por outro lado, chegou ao fim o sonho da medalha olímpica do brasileiro Gustavo Tsuboi, de 36 anos. Na madrugada desta terça-feira (27), ele foi derrotado por Lin Yun-ju, do Taiwan, por 4 sets a 2, em partida válida pelas oitavas de final.

Depois de vencer o romeno Ovidiu Ionescu por 4 a 1 e o nigeriano Quadri Aruna por 4 a 2, o experiente paulista alcançou seu melhor resultado em Jogos Olímpicos, mas não foi páreo para o asiático - que esteve sempre confortável no placar. As parciais foram de 11/5, 11/7, 11/2, 9/11, 9/11 e 13/11.

< Em jogo truncado, Seleção feminina vence Zâmbia e avança às quartas de final Detran realiza blitz educativa na Ponte Rio-Niterói nesta terça <