Esportes

Fim do sonho do hexa: Brasil cai para Senegal e está fora da Copa do Mundo

Imagem ilustrativa da imagem Fim do sonho do hexa: Brasil cai para Senegal e está fora da Copa do Mundo
Brasil foi eliminado por Senegal na prorrogação. Foto: Reprodução/Redes Sociais

Brasil e Senegal proporcionaram um grande jogo pelas quartas de final da Copa do Mundo de Beach Soccer nesta quinta-feira (26). Após um eletrizante 3 a 3 no tempo regulamentar, os senegaleses venceram por 5 a 4 na prorrogação, encerrando o sonho do hexacampeonato brasileiro.

O jogo pegado dos senegaleses não foi problema para o Brasil no primeiro período. Com o primeiro gol marcado por Rodrigo, após bom contra-ataque puxado por Mauricinho, e uma finalização na trave de Edson Hulk, a Seleção deu a impressão de que não teria problemas para chegar às semifinais da competição.

No entanto, após desperdiçarem pelo menos três boas chances de ampliar, os brasileiros viram Senegal empatar com o goleiro Ndiaye. Ele arriscou de longe e a bola desviou em Diagne, enganando o goleiro Rafa Padilha.

Na sequência, Catarino sofreu pênalti ao ser derrubado por Ndiaye. Ele mesmo partiu para a cobrança e perdeu ao chutar em cima do goleiro. Assim chegou ao fim a primeira etapa: Brasil superior, desperdiçando ótimas chances, mas com o placar empatado.

O segundo período começou com Catarino carimbando a trave após belo giro em cima da zaga. Na sequência, os senegaleses chegaram a marcar o gol da virada - mas a arbitragem pegou uma falta na origem da jogada e anulou o lance.

O jogo ficou mais parelho, com Senegal também criando boas chances. No entanto, o Brasil seguia superior, com quase o dobro de finalizações a gol. Em escanteio cobrado por Datinha, Mauricinho finalizou com perigo e a defesa cortou praticamente em cima da linha.

Pouco depois, o Brasil deslanchou na reta final do segundo tempo. Catarino e Zé Lucas marcaram em sequência, colocando 3 a 1 no placar e, aparentemente, encaminhando a classificação brasileira. Senegal sentiu os gols e passou a fazer muitas faltas, não conseguindo diminuir a diferença antes do intervalo.

No entanto, tudo mudou no terceiro período. Depois de perder a cabeça e se expor no fim do tempo anterior, Senegal se organizou em campo e passou a pressionar o Brasil. Aparentando cansaço, a Seleção não conseguia se impor fisicamente e nem evitar a sequência de ataques do adversário.

Diagne recebeu lançamento direto do goleiro Ndiaye e marcou de cabeça para diminuir o resultado. Em contra-ataques, gastando o último gás, o Brasil ainda carimbou a trave duas vezes. Mas foi Senegal quem marcou: a dois minutos do fim, Mendy acertou bela cobrança de falta, sem chances para Rafa Padilha.

Antes do fim do tempo regulamentar, o Brasil ainda passou por muito sufoco. Primeiro, salvo por um montinho, em cima da linha, evitando que a bola entrasse no gol; em seguida, Mendy recebeu na direita e chutou cruzado, vendo a bola passar entre Padilha e a trave e parando na linha antes de a defesa cortar.

Prorrogação

Na prorrogação de três minutos, já exausto fisicamente, o Brasil entrou em desvantagem. O Senegal veio com tudo e logo marcou com Mendy, que fez seu sétimo gol na Copa do Mundo. A Seleção precisou partir para o tudo ou nada e acabou sofrendo mais um: Diagne puxou contra-ataque e fez 5 a 3.

Valentes, os brasileiros ainda diminuíram para 5 a 4, em gol marcado por Rodrigo a 40 segundos do fim, e ensaiaram uma pressão na reta final. Mas não deu. Senegal segurou bem o resultado e garantiu a vaga nas semifinais da Rússia.

< Incêndio atinge antigo galpão da Rio Decor e assusta moradores em Niterói Sítio onde idosa foi morta em Saquarema tinha outra entrada <