Esportes

Maurício Souza é demitido pelo Minas Tênis Clube após comentários homofóbicos

Imagem ilustrativa da imagem Maurício Souza é demitido pelo Minas Tênis Clube após comentários homofóbicos
Maurício Souza não faz mais parte do elenco do Minas Tênis Clube. Foto: Miriam Jeske/COB

O Minas Tênis Clube anunciou na tarde desta quarta-feira (27) a rescisão de contrato do atleta Maurício Souza. A decisão aconteceu após declarações homofóbicas do jogador em suas redes sociais.

Após forte pressão dos patrocinadores, o clube decidiu afastar Maurício e tentar conduzir um pedido de desculpas. No entanto, o vídeo foi divulgado pelo atleta em sua conta do Twitter, onde ele possui apenas 50 seguidores. Já as declarações preconceituosas foram feitas através do Instagram, no qual o jogador reúne mais de 300 mil pessoas.

O Minas foi curto e grosso e anunciou a saída de Maurício em apenas duas linhas.

https://twitter.com/MinasTenisClube/status/1453437045901348865

Entenda o caso

No último dia 12, o atleta criticou duramente o anúncio da DC Comics sobre o novo Super-Homem, que se descobrirá bissexual nas próximas edições dos quadrinhos.

"Ah, é só um desenho, não é nada demais. Vai nessa que vai ver onde vamos parar…", postou Maurício em seu Instagram.

Antes desse pronunciamento, o atleta criticou a decisão da TV Globo de usar pronome neutro em suas novelas, como forma de respeitar pessoas que não se identificam com um gênero específico.

https://twitter.com/FiatBR/status/1453025868440289280

Maurício ainda compartilhou uma foto de uma jogadora de basquete transexual e disse: "Se você achar algum homem nessa foto, você é preconceituoso, transfóbico e homofóbico. Mais uma conquista do feminismo para as mulheres!".

Na terça-feira (26), os patrocinadores do time, Fiat e Gerdau, se posicionaram e cobraram um parecer do clube. A pressão fez com que o Minas mudasse de postura e pressionasse o atleta a se desculpar nas redes. No entanto, a postura do jogador não convenceu e, desta forma, o clube optou pela dispensa.

< Ônibus fora de controle fica à beira da queda em comunidade da RJ-106 Mais de R$ 80 mil em prejuízo após apreensão na RJ-116 <