Esportes

Rayssa Leal, a fadinha, garante medalha de prata em Tóquio

Imagem ilustrativa da imagem Rayssa Leal, a fadinha, garante medalha de prata em Tóquio
Foto: Gaspar Nóbrega/COB

A "fadinha" Rayssa Leal, de apenas 13 anos, garantiu a medalha de prata na madrugada desta segunda-feira (26), durante o segundo dia de competições de skate nas Olimpíadas de Tóquio. Com a prata, a fadinha conquistou a segunda medalha na modalidade de skate street para o Brasil.

Rayssa competiu na segunda bateria de skatistas femininas durante a etapa classificatória e foi a única brasileira a ir para as finais, conseguindo ficar na terceira colocação entre as oito classificadas.

Com a vitória, a fadinha se tornou a atleta mais jovem a subir ao pódio em Olimpíadas na história do Brasil, aos 13 anos e 7 meses. O caminho até a medalha foi duro, contra algumas skatistas já experientes, mas com a mesma calma em que estava durante as classificatórias, Rayssa apresentou belas manoras na pista.

Já na primeira volta, a fadinha garantiu aplausos com suas manobras e só errou a última, que era considerada a mais difícil e garantiu um 2,94, a terceira maior nota entre as oito competidoras. Na segunda volta, a dificuldade aumentou e a nota subiu para 3,13 apesar de dois erros cometidos, com a pontuação, se encaminhou para a etapa de manobras únicas já na segunda posição.

Nas cinco últimas manobras, Rayssa passeou entre o primeiro, segundo e terceiro lugar e a decisão ficou somente para o último truque. Precisando de 3,24 para passar a japonesa Momiji Nishiya, acabou errando no final do slide e ficou com a medalha de prata.

O ouro foi conquistado pela japonesa Momiji Nishiya, de também 13 anos, e o bronze seguiu o mesmo caminho, ficando com Funa Nakayama.

Letícia Bufoni e Pâmela Rosa não conseguiram alcançar a pontuação necessária e acabaram não se classificando para as finais na competição, apesar de serem favoritas na categoria. Letícia garantiu apenas o nono lugar, já Pâmela terminou em décimo.

< Beneficiários do Bolsa Família com NIS 6 recebem auxílio nesta segunda Ex-PM é esfaqueado por grávida em São Gonçalo <