Esportes

Times se retiram de campo após ato racista na Liga dos Campeões

Dia histórico na Liga dos Campeões nesta terça-feira (8). As equipes de Paris Saint-Germain e Istanbul Basaksehir deixaram o campo após o quarto árbitro, o romeno Sebastien Coltescu, ser acusado de declarações racistas contra um membro da comissão técnica do time turco.

Imagem ilustrativa da imagem Times se retiram de campo após ato racista na Liga dos Campeões
Partida interrompida por racismo na UCL. Foto: Reprodução

A ofensa teria sido feita ao ex-jogador e ídolo camaronês Pierre Webo. O atacante Demba Ba aparece nas imagens da transmissão dizendo "você nunca diz: 'este cara branco', você diz 'este cara'. Então me ouça, por que quando você menciona um cara negro você diz 'este cara negro?".

Os dois times, juntos, abordaram o árbitro da partida. Leonardo, ex-jogador da Seleção Brasileira e hoje dirigente do PSG, também entrou no campo. O jogo, válido pela última rodada da fase de grupos da Champions League, foi interrompida e está suspensa pela Uefa.

A partida foi interrompida aos 15 minutos do primeiro tempo no Parque dos Príncipes, em Paris. O placar estava em 0 a 0.

< Niterói segue em estágio de alerta MEC lança programa para professores de alfabetização <