Brincadeira

Homem constrói seu jazigo e na data da morte coloca: Em breve

Ele diz que não tem medo de morrer e quis ser homenageado

Imagem ilustrativa da imagem Homem constrói seu jazigo e na data da morte coloca: Em breve
 

Um homem em pernambucano ganhou fama por construir o próprio jazigo, colocar foto e até apontar a data de morte. Cleyton Melo de Souza, da cidade de Limoeiro, ergueu seu jazigo no cemitério de Vila Mendes e no espaço reservado para a data do óbito está escrito “em breve”, ao lado de uma foto colorida dele, que ainda está bem vivo.

A cidade com pouco mais de 7 mil habitantes achou curioso e ficou movimentada após o fato. Com 36 anos, casado e pai de três filhos, Cleyton é dono de uma padaria em uma cidade vizinha e diz que não tem medo de morrer. Ele conta que pensou na obra da própria tumba para ser homenageado ainda em vida. 

O jazigo de Cleyton custou R$ 3.500, incluindo o espaço, material e mão de obra. Na obra há espaço para dois caixões e possui duas fotos dele e um local para acender velas e colocar plantas. O jazigo ficou pronto em 2021, mas começou a ganhar mais visibilidade depois que uma pessoa foi ao cemitério, se deparou com a construção, gravou um vídeo e colocou nas redes sociais.

Clayton revela que a pandemia o deixou preocupado e triste com a morte de pessoas próximas e pensou sobre já construir sua 'última morada'.

< Influenciador famoso no Tik Tok é encontrado morto Shows gratuitos na Praia de Icaraí são adiados; veja novas datas <