Castramóvel

Niterói promove consulta pública para castração gratuita de animais

Votação estará disponível até o dia 3 de julho

Imagem ilustrativa da imagem Niterói promove consulta pública para castração gratuita de animais
 

A Prefeitura de Niterói iniciou nesta segunda-feira (20), uma consulta pública por meio da plataforma digital Colab, para que a população possa votar nos três próximos bairros que receberão o Castramóvel do Centro de Controle Populacional de Animais Domésticos (CCPAD), a partir de agosto até o fim do ano. A unidade móvel, que percorre diferentes locais da cidade, é equipada para realizar cirurgias gratuitas de castração em cães e gatos. A consulta pública está disponível até o dia 3 de julho. Para participar, basta acessar consultas.colab.re/castramovel ou baixar o Colab.re na loja de aplicativo do celular.

Ao acessar a consulta pública, os moradores da cidade poderão indicar três dos seguintes bairros que ainda não receberão o Castramóvel: Tenente Jardim/Baldeador; Centro/Ponta da Areia; Bairro de Fátima/São Lourenço; Icaraí; São Francisco/Cachoeiras; Largo da Batalha/Maceió; Ititioca/Viçoso Jardim; Rio do Ouro; Ingá/Boa Viagem; São Domingos/Gragoatá; Sapê; Muriqui/Vila Progresso/Matapaca e Maria Paula.

Na consulta pública, a população também responderá a uma pergunta sobre o Centro de Controle Populacional de Animais Domésticos (CCPAD), no Fonseca, que realiza um trabalho de controle populacional dos animais da cidade, através de castração em animais de colônia e comunitários, além de castrar os animais domésticos de forma gratuita. O CCPAD, incluindo a unidade móvel Castramóvel, já realizou mais de 13 mil procedimentos na cidade. 

Castramóvel – O serviço gratuito que funciona com uma unidade móvel entrou em operação na cidade em agosto de 2020 e já realizou cirurgias de castração nos bairros do Caramujo, Engenho do Mato, Badu/Cantagalo, Engenhoca, Várzea das Moças, Santa Bárbara, Ilha da Conceição, Região Oceânica, Santa Rosa/Vital Brasil/ Pé pequeno/Viradouro, Jurujuba e Barreto. O veículo, que fica em média 45 dias em cada bairro, conta com sala de preparação de cirurgia e pós-cirurgia. As equipes que atuam na unidade são formadas por quatro veterinários, um anestesista e técnicos.  

"Com a consulta pública, a população poderá participar efetivamente da escolha dos três locais em que o castramóvel ainda não esteve e passará a partir de agosto até o fim do ano. É muito importante que as pessoas votem em áreas onde há necessidade dos nossos serviços. O Castramóvel é destinado a atender as comunidades do bairro onde se encontra e, além das cirurgias, os moradores da área ainda podem participar de palestras sobre a importância de castrar os animais domésticos. Também atuamos nas escolas com projeto de educação animalista", explica o coordenador de Proteção Animal, Marcelo Pereira. 

Para ser contemplado pelo programa, é preciso ser morador do bairro em que o Castramóvel se encontra, ser maior de idade e ter toda a documentação, não sendo permitido fazer inscrições para terceiros. O animal precisa ter mais que 4 meses e menos que 6 anos, ter menos que 25 quilos e não ser braquiocefálico (focinho achatado, como por exemplo cães das raças Pug, Buldogue Francês, Shih Tzu, Boxer, entre outras, e gatos das raças Persa e exóticos).

< Boca Rosa encara prova da comida em 'No Limite' e come minhoca Criança vítima de estupro é impedida pela Justiça de fazer aborto <