Espetáculo

Começam passeios para ver baleias em Niterói; saiba como participar

Tours estão programados para ocorrer até 18 de agosto

Baleias dão show nas praias de Niterói
Baleias dão show nas praias de Niterói |  Foto: Divulgação / Ascom Niterói / Luciana Carneiro

Um grupo de passageiros participou do primeiro passeio de observação de baleias na costa de Niterói, onde puderam presenciar um verdadeiro balé marinho protagonizado pelos animais, acompanhados por golfinhos, na manhã desta quinta-feira (20).

O passeio inaugural faz parte do programa de Turismo de Observação Natural da Vida Marinha, fruto de uma parceria entre a Prefeitura de Niterói e o projeto Amigos da Jubarte. Foi também a primeira excursão em mar aberto na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Portal das baleias

Aproximadamente duas horas após passar pelas ilhas Pai e Mãe, na altura de Itaipu, o primeiro grupo de três baleias foi avistado a cerca de 100 metros da embarcação, que realizaram algumas acrobacias. Em seguida, após mais 40 minutos de navegação, a embarcação encontrou outro grupo com duas baleias e, dessa vez, com vários golfinhos, para a surpresa dos visitantes. Durante o trajeto, também foram avistadas tartarugas, atobás e outros animais marinhos.

“É uma experiência muito gratificante saber que logo no primeiro passeio já avistamos cinco baleias e um grupo de golfinhos”, comemorou o presidente da Neltur, André Bento

Animais podem ser vistas na costa niteroiense
Animais podem ser vistas na costa niteroiense |  Foto: Divulgação / Ascom Niterói / Luciana Carneiro
Foi sensacional" André Bento, presidente da Neltur

Bento destaca que Niterói é pioneira na Região Metropolitana do Rio ao oferecer esse tipo de passeio, resultado de um investimento da prefeitura no estudo da viabilidade técnica e comercial do projeto, além da interlocução com as entidades envolvidas. André menciona que o turismo de observação de baleias gera mais de R$ 2 bilhões em quase 100 países e que Niterói, com 56% de sua área protegida e políticas ambientais de longo prazo, avança na política de ecoturismo.

Amigos da Jubarte

O biólogo Thiago Ferrari, coordenador do projeto Amigos da Jubarte, ressaltou que a aproximação dos animais é limitada a 100 metros, com permanência de 30 minutos por grupo e, em caso de envolver filhotes, esse tempo é reduzido para 13 minutos. Ele explicou que o objetivo do turismo de fauna marinha é observar os animais em seu habitat natural e promover a educação ambiental, incentivando os participantes a adotar hábitos mais sustentáveis.

Os tours estão programados para ocorrer até 18 de agosto, condicionados a condições favoráveis de navegação.

Com duração de cerca de seis horas, o passeio é pago e organizado por operadoras de turismo, que seguem as normas regulamentadas pelo Ibama, visando garantir o bem-estar tanto das baleias quanto dos turistas. Interessados em participar podem comprar ingressos clicando aqui.

< Vacinação contra covid-19 é ampliada em Niterói; veja nova idade Flamengo ganha nos acréscimos e garante liderança do Brasileirão <