Infestação

Ratos escalam 2º andar de prédio na Zona Sul de Niterói; vídeo

Inquilinos já estão deixando seus imóveis por conta da situação

Um dos ratos foi visto em uma janela do 2º andar de um dos apartamantos
Um dos ratos foi visto em uma janela do 2º andar de um dos apartamantos |  Foto: Reprodução

Os moradores de Icaraí, um dos bairros mais tradicionais e movimentados da Zona Sul de Niterói, enfrentam um grave problema de saúde pública: a infestação de ratos - que já conseguem até invadir apartamentos em prédios residenciais.

A síndica Ticiana Senra, moradora da rua Doutor Paulo César, expressou sua frustração ao afirmar que diversas tentativas de solução já foram empreendidas sem sucesso.

Desde abril, ela diz que vem buscando ajuda junto ao Centro de Controle de Zoonoses e da Vigilância Sanitária, na Ponta d'Areia.

Leia+: Ratatouille? Infestação de ratos assusta em Icaraí, Niterói; vídeo

"Até agora nada foi resolvido. É muito rato. Eles sobem até o 3° andar do prédio. Já foi feita a desratização do prédio, mas vimos que isso saiu da nossa responsabilidade pelo caso da quantidade. Eu já tive que pular um rato na portaria do prédio. Isso é surreal", desabafou a síndica.

Rotina alterada

Os relatos dos moradores são assustadores. Vídeos mostram os roedores circulando livremente até em janelas de apartamentos no segundo andar de um prédio.

A situação é tão crítica que muitos moradores tiveram suas rotinas alteradas, evitando abrir janelas,por medo da invasão dos animais.

"Ninguém mais pode abrir as janelas. Se vier uma onda de calor, não sabemos o que fazer", lamentou a síndica, destacando o desconforto e a preocupação crescente entre aqueles que residem na área afetada.

Temor de doenças

Além dos edifícios residenciais, os ratos foram avistados em outros pontos do bairro, incluindo praças na rua Mem de Sá, que também se tornou um foco da infestação.

Esta realidade tem gerado um clima de inquietação entre os frequentadores e moradores locais, que temem pela proliferação de doenças transmitidas pelos roedores.

O problema não afeta apenas a qualidade de vida dos moradores, mas também começa a ter impactos econômicos, com inquilinos deixando seus apartamentos diante da insustentabilidade da situação.

O que diz a prefeitura

A Prefeitura de Niterói informou, em nota, como atua a Secretaria Municipal de Saúde, através do Centro de Controle de Zoonoses e da Vigilância Sanitária, nestes casos e como a população pode denunciar. 

"O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) realiza um trabalho periódico de desratização em bueiros, praças e locais de grande circulação de pessoas, considerando que o roedor é transmissor de doenças. Além de realizar a desratização, os agentes fazem ação educativa com a população para evitar a proliferação dos ratos".

Para denúncia de roedores em via pública, casas abandonadas, terrenos baldios, etc, o cidadão pode entrar em contato com o CCZ pelo telefones 99639-4251, 96955-7745 ou e-mail [email protected], além do aplicativo Colab.

Caso a denúncia de roedores seja em estabelecimentos comerciais, como supermercado, padarias, restaurantes, clínicas, a denúncia deve ser feita à Vigilância Sanitária por meio do aplicativo colab, pelo e-mail [email protected] ou o telefone 96955-1295.

< Irmã gêmea de Adriana Bombom é achada morta em Niterói Jovem sofre assédio sexual em ônibus de Niterói: 'Muito abalada' <