Polícia

Assalto a ônibus que terminou com morte em SG foi planejado

Imagem ilustrativa da imagem Assalto a ônibus que terminou com morte em SG foi planejado
Crime terminou com uma mulher, de 61 anos, morta, além de três feridos por disparos. Foto: Marcelo Tavares

A polícia acredita que o assalto ocorrido na manhã desta sexta-feira (3), que terminou com quatro baleados e uma idosa, de 61 anos, morta, na RJ-106, em São Gonçalo, foi planejado, segundo o delegado Mário Lamblert, da Divisão de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSG), responsável pelas investigações.

De acordo com a especializada, quatro bandidos participaram do crime. Dois ficaram responsáveis pelo ônibus que levava passageiros de Itaipuaçu até o Castelo, no Centro do Rio, e outros dois davam cobertura em um carro próximo do local. Três dos quatro integrantes do bando, já estão presos, de acordo com a polícia. Um outro suspeito, que segundo o inquérito seria da comunidade do Salgueiro, em São Gonçalo, também está sendo procurado.

Segundo a polícia, após o confronto no interior do veículo, que acabou ferindo um subtenente da Polícia Militar que reagiu, e os dois criminosos, a dupla fugiu do coletivo e entrou no veículo, onde dois comparsas já os aguardavam. Eles seguiram em direção a hospitais da cidade e acabaram presos. Um dos criminosos foi capturado ao tentar atendimento na emergência do hospital Souza Aguiar, na região central do Rio.

Imagens

O assalto aconteceu na rodovia RJ-106, por volta das 5h, na altura do bairro do Engenho do Roçado, em São Gonçalo. Câmeras de segurança do interior do coletivo mostraram o momento em que os criminosos entraram no veículo. Eles chegaram a sentar, e em seguida anunciaram o assalto. Um deles foi até a porta, próximo ao motorista, enquanto o outro recolheu os pertences dos passageiros.

Após o roubo, o policial militar reagiu, e entrou em luta corporal com o criminoso que correu em direção à saída do coletivo, dando início à troca de tiros. O militar acabou ferido de raspão na barriga, mas um dos disparos acabou alvejando Elvira Ferreira Matos, de 61 anos, que não resistiue morrreu. Um outro passageiros também ser feriu na perna, sendo atendido e liberado.

Elvira chegou a ser levada para o hospital Estadual Alberto Torres, no Colubandê, em São Gonçalo, mas não resistiu. Segundo o delegado, ela fazia academia no Rio e sempre realizava o trajeto naquele horário.

Segundo agentes da especializa de Niterói, familiares são aguardados para prestar depoimentos. O corpo de Elvira segue no IML de Tribobó, em São Gonçalo, onde aguarda liberação. Ainda não há informações sobre velório ou sepultamento.

< Carreta tomba na Avenida do Contorno e complica trânsito Acusado de receptação é preso em borracharia de São Gonçalo <