Audácia

Falso cliente distrai vendedora e faz a limpa em banca; vídeo

Crime aconteceu no Ingá, na Zona Sul de Niterói

Prejuízo é estimado em R$ 300
Prejuízo é estimado em R$ 300 |  Foto: Reprodução

Os comerciantes da Zona Sul de Niterói têm enfrentado um aumento de furtos e arrombamentos, com as bancas de revistas sendo um dos alvos mais frequentes. No último sábado (6), um incidente ocorrido no bairro Ingá ilustra bem essa problemática.

Por volta das 15h40, um criminoso entrou em uma banca de revistas se passando por cliente. Enquanto uma das funcionárias estava no caixa, ele furtou doces e uma caixa cheia de seda, causando um prejuízo estimado em R$ 300. 

"Ele aproveitou o momento em que a funcionária estava mexendo no caixa e realizou os furtos. Depois que ele foi embora, ela deu falta da caixa de seda, porque a caixa estava em um local que as pessoas esbarravam e caia toda hora, mas como ela não viu a caixa cair, viu que não estava mais na prateleira. Foi verificado na câmera e constatamos que o rapaz que se passou por cliente havia furtado", relatou uma das funcionárias, que preferiu não se identificar.

Confronto

Minutos após o furto, o criminoso retornou à banca e pediu um maço de cigarro. Reconhecido pela funcionária, ele foi confrontado, mas conseguiu fugir.

"Ela agarrou na blusa dele e ele correu e conseguiu se soltar, fugindo em seguida", contou a funcionária.

O caso foi registrado na 76ª DP (Centro) e as imagens das câmeras de segurança poderão ajudar na identificação do criminoso. 

Segundo o Instituto de Segurança Pública (ISP), foram registrados 6 casos de roubo a estabelecimento comercial, entre janeiro e maio deste ano, na área da 77ª DP (Icaraí).

O total de furtos, de todas as naturezas, analisados na delegacia de Icaraí, é de 883, no mesmo período analisado.

< Vasco anuncia a contratação de novo CEO para a SAF Será? Maíra Cardi nega rumores sobre divórcio: 'Adoram inventar' <