Polícia

Fuzil de PMs usado em ação que resultou em mortes na Cidade de Deus é apreendido pela polícia

Um fuzil utilizado por policiais militares do batalhão de Jacarepaguá que participaram de uma ação, por volta das 19h, que resultou na morte de duas pessoas na noite desta terça-feira (18), na Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio, foi apreendido pela Polícia Civil nesta quarta-feira (19).

A vítimas morreram ao passar pelo viaduto da Linha Amarela que dá acesso à comunidade. Moradores fizeram protesto ainda durante a noite por conta do ocorrido e tentaram fechar algumas vias da região.

Segundo moradores, entre as vítimas estava o mototaxista Edvaldo Viana, de 42 anos, e afirmam que ele não tinha qualquer envolvimento com traficantes de drogas. Os corpos estão no Instituto Médico-Legal, Afrânio Peixoto, no Centro do Rio, aguardando liberação para a família.

De acordo com a PM, os agentes que participaram da ocorrência foram ouvidos na Delegacia de Homicídios da Capital e o fuzil da equipe foi recolhido para perícia.

Após o episódio, moradores tentaram obstruir as vias em protesto. Equipes do Batalhão de Polícia de Choque (BPChq) atuam junto às equipes do 18° BPM para estabilizar a região.

< Estado do Rio institui programa de proteção para menores ameaçados Preso ladrão que invadiu casas para fugir da polícia no Fonseca, em Niterói <