Recorde

PF apreende cerca de mil armas na Baixada Fluminense

Segundo a corporação, é a maior já realizada na sua história

Armas foram apreendidas em lojas em Nova Iguaçu
Armas foram apreendidas em lojas em Nova Iguaçu |  Foto: Divulgação/PF
 

A Polícia Federal divulgou, nesta sexta-feira (17), que apreendeu cerca de mil armas na operação Desarmada 3, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. De acordo com a PF, a a ação realizada na quarta (15) é considerada a maior apreensão de armas já realizada pela corporação em toda a sua história.

Na lista das armas, há cinco fuzis, três metralhadoras Uzi, diversas carabinas, pistolas, revólveres, entre outros armamentos, além de milhares de unidades de munição.

Segundo a PF, o objetivo da operação desta semana foi apreender o restante do armamento irregular pertencente ao grupo alvo da operação Desarmada (1 e 2), deflagrada em 15 de fevereiro, também em Nova Iguaçu, quando houve a apreensão de 80 armas.

Ainda de acordo com a polícia, as apreensões relacionadas à operação do mês passado buscaram apenas as armas e munições que tinham calibre restrito, enquanto a ordem judicial referente à ação desta semana referiu-se ao restante do armamento encontrado em duas lojas investigadas pela corporação.

"A apreensão de uma quantidade tão expressiva de material bélico é de suma importância perante o objetivo de impedir que as armas de fogo sejam possivelmente introduzidas no mercado clandestino, visando o enfraquecimento de organizações criminosas como milícias, escritórios do crime e facções", disse a PF.

As irregularidades constatadas podem caracterizar os crimes de comércio ilegal de armas de fogo, munição e acessório (art. 17 do Estatuto do Desarmamento) e posse ilegal de arma de fogo de uso permitido (art. 12 do Estatuto do Desarmamento).

As penas para condenações por esses crimes podem chegar, respectivamente, a 12 e três anos de prisão, além de multa.

< 'Tô muito triste com isso tudo', afirma MC Guimê Ator José Mayer é internado com suspeita de surto psicótico <