Cidades

Maricá inicia vacinação de crianças, de 5 a 11 anos, com comorbidades

Imagem ilustrativa da imagem Maricá inicia vacinação de crianças, de 5 a 11 anos, com comorbidades
Vacinação deste grupo prioritário continua até sexta-feira (21). Foto: Pedro Solis / Ascom Maricá

Depois de iniciar na sexta-feira (14) a vacinação contra a Covid-19 em crianças indígenas, Maricá começou neste sábado (15) a imunizar meninos e meninas de 5 a 11 anos com comorbidades e deficiência permanente. O município, o primeiro a vacinar o público infantil no Estado do Rio, segue com a imunização deste grupo prioritário até a sexta-feira (21).

As primeiras mães chegaram logo pela manhã e aguardavam com expectativa pelo início da vacinação, que ocorreu às 9h. Foi o caso da Veronica Lima de Almeida, 46 anos, mãe do Pedro Lucca de Almeida, de 9 anos, um dos primeiros vacinados do dia.

“Estou com a sensação de dever cumprido. Começar esse processo de imunização foi uma emoção muito grande. Espero que os outros pais e responsáveis também tenham essa consciência e tragam seus filhos para que a gente volte logo a nossa vida normal. E que venha a segunda dose, pois com certeza meu filho vai tomar”, afirmou.

Pedro Lucca, portador de deficiência intelectual e asma, disse que espera um futuro muito melhor com a vacina.

“Já me sinto mais seguro com a vacina e estou muito ansioso pela segunda dose. Espero que a gente volte, com muita animação e esperança, a brincar e se divertir em segurança, com todo mundo protegido e feliz”, concluiu o menino.

Muito animado, Pedro Henrique Alemanno, 9 anos, veio acompanhado pelo pai, Massimiliano Alemanno, de 50 anos. Pedro, que tem obesidade infantil, deixou um recado que vale para todas as crianças do Brasil.

“Estou muito feliz e valeu muito a pena porque vou estar mais seguro e logo poderei brincar com meus amiguinhos. Temos que nos vacinar, não precisa ter medo. Todos vão ficar bem depois de tomar a primeira e a segunda dose. O mundo vai ficar bem”, disse.

O pai Massimiliano, que já está com o seu esquema de vacinação completo e a dose de reforço, disse estar grato por Maricá, a sua cidade, sair na frente na imunização das crianças.

“A sensação é de alivio, gratidão e esperança. A gente estava na expectativa de quando chegaria a vacina e, enfim, chegou, começando primeiro aqui na cidade. A alegria é enorme e já espero pela segunda dose dele, em marco, para que fique ainda mais protegido”, agradeceu o Engenheiro Químico.

Ao todo, contabilizando os dois primeiros dias, 87 crianças receberam as doses pediátricas da Pfizer, sendo 17 indígenas das aldeias Mata Verde Bonita, em São José do Imbassaí, e Sítio do Céu, em Itaipuaçu.

Vacinação

A vacinação continuará de segunda (17) a sexta-feira (21) para as crianças deste grupo prioritário, entre 9h e 16h, no Serviço de Atendimento de Reabilitação Especial de Maricá (SAREM). As crianças com dificuldades de locomoção severa poderão receber a vacinação em casa, agendando na sua Unidade de Saúde (USF) de referência.

A secretária Municipal Solange Oliveira falou sobre escolha do SAREM como local de vacinação para estre grupo.

“Essa parceria com a Secretaria de Assistência Social, trazendo a vacinação aqui para o Sarem, para ser um espaço em que se sintam acolhidas, principalmente para as especiais que possuem algumas delicadezas e já conhecem e convivem neste local. E é gratificante ver que está funcionando muito bem. Estamos muito felizes por, finalmente, começar a vacinar as crianças com toda organização e segurança necessárias”, destacou a secretária.

Solange Oliveira, secretária municipal de saúde

Calendário

O município está programando o inicio da imunização para as crianças em geral na segunda-feira (24/01), após a vacinação dos grupos prioritários. A vacinação será feita respeitando a ordem decrescente das idades, desde que haja doses suficientes disponíveis, e seguindo o recomendado pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI) do Ministério da Saúde.

Documentos

O responsável legal deverá apresentar o laudo médico que comprove a comorbidade ou a deficiência permanente, além de certidão de nascimento ou documento de identidade da criança. Serão vacinadas as crianças com comorbidades ou deficiências listadas no PNI.

Quando e onde vacinar

17/01 a 21/01 – Crianças com comorbidades ou deficiência permanente de 5 a 11 anos (9h às 16h).

Local: Serviço de Atendimento de Reabilitação Especial de Maricá (SAREM)- Rua Vereador Luiz Antônio da Cunha, nº 200, Centro – Maricá.

< Preso acusado de violência contra mulher em São Gonçalo Vídeo: incêndio destrói quiosque de praça de alimentação em Maricá <