Esportes

Brasil vence Argentina novamente e amplia freguesia sobre as hermanas

Imagem ilustrativa da imagem Brasil vence Argentina novamente e amplia freguesia sobre as hermanas
Marta comemora mais uma pintura com a Amarelinha. Foto: Lucas Figueiredo/CBF

A Seleção Brasileira feminina venceu a Argentina mais uma vez. Nesta segunda-feira (20), o Brasil derrotou as hermanas por 4 a 1 no Almeidão, em João Pessoa, em novo amistoso - o segundo em quatro dias.

A equipe Canarinha dominou as ações desde o apito inicial. As boas arrancadas de Debinha e os lançamentos verticais da zagueira Daiane. A primeira grande chance foi com a rainha Marta, aos 18, em lindo chute da entrada da área - parando em boa defesa da goleira Oliveros.

O gol veio na sequência, em cobrança de escanteio. Nycole bateu com efeito, a camisa 12 argentina não alcançou em saída com as mãos e a bola ficou à feição de Kerolin, que marcou seu primeiro gol com a Amarelinha ao escorar para a rede no segundo pau.

https://twitter.com/ildeuiussef/status/1440035476707024898

Mesmo após sofrer o gol, a Argentina pouco conseguia encostar na bola. Mantendo o domínio, o Brasil rodava o jogo à procura de espaços para amplicar o placar. Com quatro escanteios contra zero e mais de 60% de posse de bola, a Seleção tentava atrair a marcação para tirar as hermanas de seu próprio campo.

O Brasil chegou ao segundo aos 37 em uma pintura de Marta. Derrubada na entrada da área, ela mesma assumiu a cobrança e colocou na gaveta para marcar seu 117º gol com a camisa brasileira. A bola ainda bateu caprichosamente no travessão e quicou dentro da meta de Oliveros.

https://twitter.com/centralzrg/status/1440043539165954058

Marta também teve a chance de marcar o terceiro aos 42. Em erro de saída de bola da defesa argentina, ela recuperou a bola, avançou, invadiu a área e soltou a bomba. Oliveros ainda desviou com a ponta dos dedos antes de explodir no travessão. Na sobra, Duda chutou forte e mandou à esquerda da meta adversária.

Segundo tempo

Em ritmo de treino, o Brasil voltou para a segunda etapa com três alterações para promover testes na equipe. Ludmila entrou na vaga de Kerolin, Lauren substituiu Daiane e Yasmin rendeu Tamires. Boa oportunidade para a técnida Pia Sundhage observar as novatas da convocação e experimentar novas peças.

Não demorou para sair o terceiro. Logo aos 2 minutos, em linda troca de passes, Nycole recebeu na ponta da área e fez embaixadinhas até a ultrapassagem de Yasmin. Ela foi à linha de fundo e cruzou certeiro, no segundo pau, para a baixinha Debinha deslocar a goleira em toque sutil de cabeça no contrapé.

https://twitter.com/ildeuiussef/status/1440050275226587138

Aos 5, o gol de honra das hermanas. A estreante Lauren falhou na saída de bola, Larroquette ficou com a posse e todo o espaço para invadir a área. Sem tempo de recuperação para a defesa brasileira, ela apenas deslocou a goleira Letícia para marcar o único gol da Argentina em João Pessoa.

O Brasil respondeu imediatamente. Aos 6 minutos, a também estreante Yasmin, que já havia dado assistência para o gol de Debinha, recebeu linda enfiada de bola da rainha Marta, invadiu a área pela esquerda e soltou o pé. Em bonito chute rasteiro e cruzado, ela acertou o cantinho e impôs a goleada no placar.

https://twitter.com/ildeuiussef/status/1440051282186629131

Com espaço para jogar e fôlego renovado pelas substituições, o Brasil encurralava a Argentina em busca do quinto gol. Debinha, aos 13, e Ludmila, aos 14, ficaram cara a cara com Oliveros, mas esbarraram em boas intervenções da goleira adversária.

Aos 24, Pia deu sequência aos testes no amistoso. Nycole deu vaga à Geyse, enquanto Thaís substituiu Angelina. Minutos antes, Debinha havia saído para a entrada de Ary Borges. O panorama seguiu o mesmo, com o Brasil rondando a área argentina e criando lances perigosos.

Embora tenha seguido no domínio da partida até o apito final, o Brasil não conseguiu marcar o quinto gol. Com pouco entrosamento e muitas chances perdidas, a goleada parou no 4 a 1 - deixando um ótimo saldo na somatória dos dois amistosos consecutivos contra a Argentina.

Freguesia

É grande a freguesia das hermanas em relação ao Brasil. Em 19 confrontos, são 16 vitórias do Brasil, um empate e apenas dois triunfos da Argentina. Nos gols marcados, as brasileiras já balançaram as redes 64 vezes contra somente 13 tentos argentinos.

< Copa do Brasil: Quatro finalistas exemplificam o torneio mais democrático do país Bandidos levam a pior após ataque a policiais em SG <