Esportes

Cavaleiro alcança melhor nota do Brasil na historia das Olimpíadas

Imagem ilustrativa da imagem Cavaleiro alcança melhor nota do Brasil na historia das Olimpíadas
João Victor fez historia no Japão. Foto: Miriam Jeske/COB

O cavaleiro João Victor Marcari Oliva, montando Escorial Horsecampline, alcançou na madrugada deste sábado (24), no horário de Brasília, a melhor nota do país no hipismo adestramento na história das Olimpíadas.

O filho da multicampeã do basquete, Hortência, obteve a nota média geral de 70,419%. Essa é a segunda participação do atleta em Olimpíadas. No Rio de Janeiro, em 2016, ele ficou com 68,071%. Cinco dos sete juízes avaliaram o conjunto com notas acima de 70%. Um deles deu a nota 68,370% e a outra avaliou o desempenho em 68,261%.

"O resultado foi dentro do que esperava. Fiz um errozinho, em um zigue-zague a galope que tem peso dois. Porém estou muito contente, senti o cavalo muito bem lá dentro. Sempre tem alguma coisa para acontecer. Nunca é perfeita a prova, então a gente tem sempre que melhorar com os erros e aprender com eles", avaliou João à assessoria da Confederação Brasileira de Hipismo.

Participam do Grand Prix 59 atletas de 29 países. A prova foi dividida em duas seções que acontecem hoje e neste domingo (25). O Grand Prix vale como qualificatória das disputas individuais. A classificação final do conjunto verde e amarelo será conhecida apenas o encerramento desta etapa. Até o momento, eles estão na na quinta posição do grupo A. Seguem adiante os dois primeiros colocados de cada grupos e os donos das outras seis melhores pontuações.

Agência Brasil

< Justiça do Rio decide desinterditar Cidade do Samba Mais uma manifestação contra Bolsonaro é realizada no Centro do Rio <