Maio amarelo

Blitz 'do bem' conscientiza motociclistas na BR-101

Evento teve como objetivo precaver acidentes

A ação objetiva prestar serviços gratuitos sobre saúde, bem-estar e segurança
A ação objetiva prestar serviços gratuitos sobre saúde, bem-estar e segurança |  Foto: Karina Cruz
 

Maio amarelo é o mês da conscientização sobre a segurança no trânsito. Desta forma, motociclistas que trafegavam na manhã desta segunda-feira (23) pela BR-101, na altura do KM 318, em São Gonçalo, encontraram com uma ação que objetiva prestar serviços gratuitos sobre saúde, bem-estar e segurança.

O evento, realizado pela Polícia Federal e o Detran, contou com o apoio de órgãos públicos e empresas privadas. Houve palestras de conscientização, limpeza de capacetes e instalação de antenas anti cerol.

Representante da Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), Thais Ulyssea, explicou que a campanha faz parte dos investimentos da concessão, ou seja, aplicação do dinheiro de tarifas para realização de um projeto que visa prevenir acidentes de trânsito.

"A gente analisa as causas dos acidentes, o que a gente pode melhorar: implantar equipamentos de segurança, novas estruturas, novos retornos, trevos. Mas, a ideia aqui é antecipar os acidentes. Então, a gente precisa de um combo de infraestrutura mais consciência do usuário para que o acidente de fato não aconteça", relatou a agente.

Segundo a Arteris, em 2021, a concessionária registrou um número de 55 acidentes fatais na rodovia, sendo que, entre eles, 89% dos motoristas não estava usando equipamentos de proteção.
  

"A vítima, que veio à óbito, não usava equipamentos de segurança, um capacete ou o cinto. Esse ano, a gente já puxou uma prévia e esse número caiu para 60%. Então, a gente vem fazendo um trabalho que está refletindo nos números" disse Simone Cardozo, gerente de operações da Arteris.

Carlos Siqueira, da PRF, estava orientando os motociclistas em uma sala, onde o objetivo era mostrar acidentes reais e chamar a atenção para a importância de equipamentos de segurança.

"Nossa ideia é sensibilizar os motociclistas para uma questão de mudança de comportamento. Informação a gente sabe que existe. Então, nossa ideia é estar provocando esse raciocínio e transformar essa informação numa prática".  

Vítima de acidente de trânsito que lhe deixou uma série de lesões, o motoboy William Diogo aprovou a ideia.

É muito importante porque esclarece coisas que, às vezes, a gente esquece. Se, no momento do meu acidente, eu estivesse usando uma luva, talvez teria sido menos grave ,
  • O evento realizou palestras de conscientização, limpeza de capacetes e instalação de antenas anti cerol
    O evento realizou palestras de conscientização, limpeza de capacetes e instalação de antenas anti cerol
  • O evento realizou palestras de conscientização, limpeza de capacetes e instalação de antenas anti cerol
    O evento realizou palestras de conscientização, limpeza de capacetes e instalação de antenas anti cerol
  • O evento realizou palestras de conscientização, limpeza de capacetes e instalação de antenas anti cerol
    O evento realizou palestras de conscientização, limpeza de capacetes e instalação de antenas anti cerol
  • O evento realizou palestras de conscientização, limpeza de capacetes e instalação de antenas anti cerol
    O evento realizou palestras de conscientização, limpeza de capacetes e instalação de antenas anti cerol
  • O evento realizou palestras de conscientização, limpeza de capacetes e instalação de antenas anti cerol
    O evento realizou palestras de conscientização, limpeza de capacetes e instalação de antenas anti cerol
  • O evento realizou palestras de conscientização, limpeza de capacetes e instalação de antenas anti cerol
    O evento realizou palestras de conscientização, limpeza de capacetes e instalação de antenas anti cerol
  
< Doria desiste de candidatura à Presidência: 'Coração ferido' Mulher é baleada durante confronto na Rocinha <