Cidades

Quedas de árvores e estágio de mobilização ventanias

Publicada às 15h47. Atualizada às 18h17.

Imagem ilustrativa da imagem Quedas de árvores e estágio de mobilização ventanias
Fortes ventos derrubaram uma árvore no bairro Zé Garoto. Idosa e viatura da polícia foram atingidos. Foto: via Grupo Enfoco

Quedas de árvores já foram registradas na capital e em pontos de cidades como Niterói e São Gonçalo, na tarde desta terça-feira (21), devido aos fortes ventos.

A cidade do Rio entrou em estágio de mobilização às 15h20 por conta dos registros de ventania na Base Aérea de Santa Cruz (57,4 km/h), Aeroporto do Galeão (68,5 km/h) e no Aeroporto Santos Dumont (64,8 km/h), informou o Centro de Operações Rio.

Em São Gonçalo, os fortes ventos derrubaram uma árvore de grande porte no bairro Zé Garoto, antes das 15h. Uma condutora que passava pelo local de bicicleta foi atingida. A vítima foi encaminhada para o Pronto Socorro Central (PSC) com relatos de lombalgia, e após atendimento com ortopedista, foi medicada e liberada. 

No mesmo momento, a árvore também caiu em cima de uma viatura da Polícia Militar. Um poste foi derrubado com a força da ventania no local. A Enel Distribuição Rio enviou uma equipe ao local. Os técnicos isolaram o risco, permitindo que a árvore e o poste fossem removidos, e executaram os reparos necessários. O fornecimento de energia na região já foi normalizado.

Por meio de nota, a companhia informou que os ventos fortes que atingem o Estado do Rio de Janeiro nesta tarde ocasionaram a falta de energia em algumas regiões. Os locais mais afetados no momento são Niterói, São Gonçalo e Região dos Lagos.

"Técnicos da companhia estão trabalhando para restabelecer o fornecimento de energia nesses locais o mais rápido possível", disse.

As equipes da Subsecretaria de Defesa Civil com apoio da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros e Parques e Jardins estão no local providenciando a desobstrução da Alameda Pio XII, no Zé Garoto. Além disso, a Secretaria de Ordem Pública, através da Guarda Municipal, também está no local orientando o trânsito. 

A Subsecretaria de Defesa Civil recebeu ainda outra solicitação em decorrência de uma árvore que caiu na Estrada Raul Veiga, no Alcântara, que interditou as vias. Além disso, outras 16 ocorrências foram registradas nos bairros do Galo Branco, Nova Cidade, Jardim Catarina, Centro e Paraíso.

A Subsecretaria de Parques e Jardim disse que realiza um trabalho constante de prevenção e poda de árvores pela cidade. Nesta terça-feira(21), em decorrência da ventania, está sendo realizada podas emergenciais em árvores com riscos de queda. Seguindo os protocolos, a Defesa Civil de São Gonçalo emitiu Alerta via SMS informando a população sobre os fortes ventos no município.

Em Niterói, a Secretaria Municipal de Defesa Civil e Geotecnia afirmou que não recebeu chamados por conta dos ventos fortes nas últimas horas. O órgão emitiu, na manhã de segunda (20), alerta sobre a previsão de ventos moderados a fortes na cidade, devido à aproximação de uma frente fria. O aviso foi estendido até a manhã de quarta-feira (22), com possibilidade de interrupção de energia elétrica e queda de árvore.

De acordo com a Nittrans, houve desligamento de alguns semáforos por conta de variação na rede de energia elétrica no Fonseca, em Icaraí e Charitas. A Enel foi acionada e fez o religamento.

Foi registrado congestionamento nas vias de acesso à Ponte Rio-Niterói entre 15h e 16h, por conta da interdição do trânsito na ponte em razão do vento, especialmente na Alameda São Boaventura, Estrada do Contorno e avenidas Jansen de Melo e Marquês do Paraná, com reflexos no Centro e em Icaraí. A NitTrans posicionou agentes nos locais para orientar os motoristas. Às 16h30, a situação do trânsito já estava normalizada em toda a cidade.

O Centro de Monitoramento e Operações da Defesa Civil de Niterói enviará informes conforme necessidade e atualizações. Em caso de emergência, é possível ligar para os telefones 199 ou 2620-0199.

A Defesa Civil conta com plantão 24h de monitoramento meteorológico, com envio detalhado de informações sobre a previsão do tempo e de avisos através do aplicativo Alerta DCNIT, SMS (40199) e grupos no WhatsApp.

Em Botafogo, na Zona Sul do Rio, o tronco de uma árvore caiu sob dois veículos na Rua Capitão Salomão. Não há informação de feridos.

Carros tiveram partes destruídas com a queda de árvore em Botafogo. Foto: Reprodução

Já na Tijuca, Zona Norte, a queda de árvore na Rua Moura Brito ocupa uma faixa da pista na altura do número 64. Comlurb foi acionada. Trânsito segue sem retenções.

No Cristo Redentor, turistas tiveram que deitar no chão para amenizar o impacto dos ventos. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia, na última hora (14h-15h), houve registro de rajada de vento muito forte na estação Forte de Copacabana (77,8 km/h).

Ponte Rio-Niterói

A Ecoponte, concessionária que administra a via, informou que o trânsito foi liberado às 15h10. Foto: Divulgação/Ecoponte

A ventania também provocou ação de bloqueio na Ponte Rio-Niterói por cerca de 30 minutos. Motoristas que passavam pelos dois sentidos da via relataram que havia um sistema de comboio com caminhões impedindo os acessos dos veículos.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a interdição total da via ocorreu às 14h40. A Ecoponte, concessionária que administra a via, informou que o trânsito foi liberado às 15h10.

< Federação Internacional de Vôlei confirma participantes do próximo Mundial Festival de Teatro Universitário tem transmissão gratuita no YouTube <