Cidades

Rodovias do Rio mais seguras

Imagem ilustrativa da imagem Rodovias do Rio mais seguras
O Cinturão de Divisas ficará a cargo do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv). Foto: Divulgação/PMERJ

A Secretaria de Estado de Polícia Militar do Rio de Janeiro lançará oficialmente nesta terça-feira (17) o Cinturão de Divisas, um programa de segurança pública inédito no país destinado a manter policiamento permanente em 15 bases instaladas nas rodovias estaduais nos pontos de divisas do Rio de Janeiro com os demais estados da Região Sudeste. A cerimônia de lançamento será realizada às 9h, no pátio do Quartel General da Polícia Militar, no Centro da capital.

Concebido e executado com total apoio do Governo estadual, o Cinturão de Divisas ficará a cargo do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) com foco em dois eixos principais: ampliar a rede de segurança em todo o interior fluminense e reprimir atividades ilícitas que alimentam o crime organizado na Região Metropolitana e nas cidades turísticas do estado.

"Nossos policiais estarão a postos 24 horas nas divisas do estado com São Paulo, Minas Gerais e Espírito Santo, combatendo o tráfico de armas e de drogas, a circulação de criminosos e de veículos roubados, contrabando e demais ilícitos, contemplando um amplo espectro no contexto da segurança pública", explica o secretário de Estado de Polícia Militar, coronel Rogério Figueredo de Lacerda.

O secretário Rogério Figueredo ressalta que, dessa forma, o Cinturão de Divisas trará benefícios para os moradores do interior, turistas que circulam pelas rodovias estaduais, como também para quem mora e trabalha na Região Metropolitana, que concentra 75% da população do estado.

"O Cinturão de Divisas ampliará muito uma missão que, até agora, era exercida apenas nas rodovias federais sob responsabilidade da Polícia Rodoviária Federal (PRF)", acrescenta o secretário Figueredo.

Para viabilizar a implantação do Cinturão de Divisas, foi necessário um reforço muito grande do Governo do estado e da SEPM, além de um amplo apoio da sociedade no interior fluminense, como prefeituras municipais e empresários locais. Além da construção das bases físicas nos pontos de divisa, houve necessidade de investimento em recursos materiais e aumento do efetivo do BPRv.

"Já concluímos o ciclo de inaugurações das bases construídas nos pontos de divisa. Cada base, instalada com alojamento e demais itens necessários para pôr em prática o programa, representou muita dedicação dos nossos policiais sob a liderança do secretário Rogério Figueredo. Foi uma maratona, com deslocamentos diários, acompanhando obras, transportando equipamentos e finalmente realizando cerimônia de lançamento em todos esses recantos do nosso estado", lembra o comandante do BPRv, coronel Marco Antônio Andrade Santos.

Nos últimos dois meses, foram inauguradas 14 bases em pontos de divisa nas rodovias estaduais. Uma base já existia na localidade de Fazenda Batalha, em Itaperuna, na divisa com Espírito Santo. A última a ser instalada, localizada em Paraty, na divisa com o município paulista de Cunha, foi inaugurada na tarde do último sábado (14).

A ampliação do efetivo do BPRv foi possível graças à formatura da turma de 475 novos soldados pelo Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP), em meados de julho. Esses novos policiais foram alocados em unidades operacionais, possibilitando um processo de transferência para reforçar o efetivo da unidade que ficará responsável pelo Cinturão de Divisas.

< Globo afasta Cauã Reymond de novela Pabllo Vittar recebe 1ª dose da vacina <