Polícia

Acusado de pedofilia é preso em condomínio de luxo no Rio

Imagem ilustrativa da imagem Acusado de pedofilia é preso em condomínio de luxo no Rio
De acordo com os agentes, o homem, que trabalha como advogado, vinha sendo investigado pela DCAV. Foto : Divulgação Polícia Civil

Policiais civis da Delegacia da Criança e do Adolescente Vítima (DCAV) prenderam em flagrante, nesta segunda-feira (4), um homem apontado como um dos maiores consumidores de material pornográfico infanto-juvenil do estado do Rio de Janeiro. Ele foi capturado em um condomínio de luxo no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste. 

A prisão é parte da Operação Semana da Criança, do Departamento-Geral de Polícia Especializada (DGPE), em que diversas delegacias estão envolvidas em medidas preventivas às vésperas do Dia das Crianças.

De acordo com os agentes, o homem, que trabalha como advogado, vinha sendo investigado pela DCAV, que solicitou à Justiça mandados de busca e apreensão na residência e no escritório do autor, em Jacarepaguá. Na ação realizada no local de trabalho dele, a equipe foi acompanhada por representante da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A delegacia solicitou, ainda, a quebra do sigilo de dados do acusado.

Com o acesso aos objetos apreendidos, peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) encontraram mais 35 mil vídeos em que crianças aparecem nas mais diversas práticas de sexo explícito com adultos.

O material chocou até mesmo os policiais mais experientes, pois além da grande quantidade de conteúdo encontrada, havia crianças de 3 a 6 anos em cenas até mesmo de sadomasoquismo. Diante das evidências, o advogado foi preso em flagrante, sem direito ao pagamento de fiança.

< Cobrança de sacolas plásticas pode acabar em mercados de Maricá Novo teste brasileiro para Covid-19 é aprovado pela Anvisa <