Polícia

Empresário é acusado de tentativa de feminicídio em SG

Imagem ilustrativa da imagem Empresário é acusado de tentativa de feminicídio em SG
Caso está sendo investigado pela 73ª DP (Neves). Foto: Arquivo/ Vítor Soares

Um empresário é acusado de ter baleado uma jovem, de 19 anos, na manhã do último sábado (11), no bairro Parada 40, em São Gonçalo.

De acordo com familiares e amigos, a vítima prestava serviços de garçonete para uma loja localizada no bairro Raul Veiga, em São Gonçalo. O autor da tentativa de feminicídio seria o proprietário do estabelecimento, que teria uma “paixão doentia” por ela. Entretanto, a jovem não tinha interesse em se relacionar com o autor, o que teria sido a motivação para a tentativa de feminicídio.

“O que aconteceu foi que ela não quis se relacionar com esse rapaz e ele tentou acabar com a vida dela com um tiro durante uma resenha na Parada 40. Queremos a prisão dele imediatamente. Graças a Deus, ela sobreviveu, mas queremos justiça. Isso não pode ficar impune de forma nenhuma”, disse um familiar, que preferiu não ser identificado.

Segundo a família, o proprietário possui um relacionamento com outra mulher e teria interesse em se relacionar “às escuras” com a vítima.

Após ser atingida no abdômen, a jovem foi socorrida por dois homens não identificados. Ela passou por atendimento médico e segue internada desde sábado (11) no Hospital Estadual Alberto Torres (HEAT), no Colubandê. O estado de saúde, segundo a administração da unidade de saúde, é considerado estável.

De acordo com o titular da Delegacia de Neves (73ª DP), Leonardo Macharet, o caso segue em andamento e os investigadores aguardam a alta médica para coletar o depoimento dela.

“Não podemos fechar uma linha de investigação sem que a vítima seja ouvida. Estamos aguardando a alta médica e coletaremos o seu depoimento. Podemos dizer que a investigação segue em andamento e buscaremos concluir nos próximos dias”, finalizou o delegado.

< Ataque a PM termina com três mortos em São Gonçalo 'É tecnicamente a maior cantora do Brasil', diz Zezé Di Camargo sobre Wanessa <