Polícia

Operação de combate à milícia é realizada em regiões no Rio

Imagem ilustrativa da imagem Operação de combate à milícia é realizada em regiões no Rio
Ações encerraram a exploração de atividades ilegais controladas pela milícia, como instalações de centrais clandestinas de TV a cabo e de internet. Foto: Arquivo/Plantão Enfoco

Uma operação em diversas localidades da região metropolitana do Rio de Janeiro e da Baixada Fluminense, deflagrada nesta quarta-feira (1º) pela força-tarefa da Polícia Civil de combate às milícias, resultou, até às 14h, na prisão de pelo menos 17 pessoas entre as quais, um integrante de uma organização criminosa comandada por Danilo Dias Lima, conhecido como Tandera.

De acordo com a Polícia Civil, na operação, os agentes fecharam um galpão com mais de uma tonelada de produtos falsificados em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, além de interditar estabelecimentos comerciais de venda de gás e provedores de internet que funcionavam irregularmente.

A Polícia Civil informou que, entre os crimes investigados, estão exploração de atividades ilegais controladas pela milícia; instalações de centrais clandestinas de TV a cabo e de internet chamadas de "gatonet" e "gatointernet"; armazenamento e comércio irregular de botijões de gás e água; empresas ilegais de GNV (gás natural veicular); cobranças irregulares de taxas de segurança e de moradia.

Há ainda investigações de crimes de parcelamento irregular de solo urbano; exploração e construções irregulares, areais e outros crimes ambientais; comercialização de produtos falsificados; contrabando; descaminho; transporte alternativo irregular; estabelecimentos comerciais explorados pela milícia e utilizados para lavagem de dinheiro, entre outros.

< Tom Cruise perde os dentes durante jantar com jornalista em Nova York Vereadores de Niterói aprovam Cartão Verde para imunizados <