Esportes

Durcésio afirma que há fundos estrangeiros interessados na S/A

Ainda há esperança no projeto de profissionalização e sociedade anônima no Botafogo. Otimista desde o discurso de vitória na eleição do Botafogo, em novembro, Durcésio Mello afirmou, na noite desta terça-feira (8), que há dois grandes fundos estrangeiros interessados em serem investidores majoritários.

Imagem ilustrativa da imagem Durcésio afirma que há fundos estrangeiros interessados na S/A
Durcésio mostrou otimismo pela S/A. Foto: Vitor Silva/Botafogo

Maior esperança do clube para os próximos anos, a S/A se baseia na terceirização do departamento de futebol do clube, separando da área social e trabalhando sob a batuta de um CEO. Quem adquirir 51% das ações, ou seja, se tornar sócio majoritário, vai ter prioridade nas tomadas de decisão do projeto.

"Continuo muito confiante com a Botafogo S/A. Houve uma alteração em relação ao primeiro projeto, do Laercio Paiva, que tinha a participação dos irmãos Moreira Salles. Mudou o modelo, agora estamos permitindo a entrada de fundos estrangeiros. Já tem dois interessados em comprar 51% da S/A, é uma opção muito interessante", disse Durcésio, em entrevista à TV MAX.

Eleito para comandar o Botafogo pelos próximos quatro anos, Durcesio também demonstrou confiança na fuga do rebaixamento no Brasileirão - mas admitiu que terá de buscar um plano B para buscar recursos se tiver de jogar a Segundona em 2021.

"O planejamento para o ano que vem depende muito disso, porque depende de dinheiro. É inviável você montar um time para a Série B só com R$ 14 milhões ou R$ 15 milhões da TV. Terá que trazer dinheiro novo. E já tem alguns projetos em andamento, um plano B para conseguir isso", explicou.

O Botafogo volta a campo na noite desta quarta-feira (9) para enfrentar o líder São Paulo, no Morumbi, em jogo atrasado da 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time está na zona de rebaixamento, em 19º lugar, com apenas 20 pontos conquistados em 24 partidas.

< Viradouro divulga sinopse de samba enredo neste domingo Fluminense desiste de duas contratações para 2021 <