Esportes

Fluminense vence Bragantino com recorde de Fred e cola no G4 do Brasileiro

Imagem ilustrativa da imagem Fluminense vence Bragantino com recorde de Fred e cola no G4 do Brasileiro
Fred marcou um dos gols do Fluminense contra o Bragantino. Foto: Reprodução/Redes Sociais

O Fluminense derrotou o Red Bull Bragantino por 2 a 1 neste domingo (26), no Maracanã, pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro. Destaque para Fred, que marcou seu 155º gol em Brasileirões e ultrapassou Romário, tornando-se o segundo maior artilheiro da competição - atrás apenas de Roberto Dinamite, com 190.

Aproveitando a falta de entrosamento do Bragantino, que poupou diversos titulares, o Fluminense ensaiou uma pressão inicial rondando a área adversária. O Tricolor até infiltrou com perigo em alguns lances, mas não conseguiu criar chances claras.

O primeiro lance de susto, no entanto, foi no Bragantino. Em contra-ataque puxado por Vitinho, aos 8, Helinho recebeu na direita, cortou para dentro e bateu forte, no alto, exigindo a primeira boa defesa de Marcos Felipe na partida. O goleiro voou na gaveta e jogou para escanteio.

Aos 11, o Flu balançou as redes. Luiz Henrique roubou a bola na intermediária, avançou pela direita e lançou no fundo para Nonato. O volante, frente a frente com o goleiro Júlio César, apenas rolou para o meio da pequena área, encontrando o artilheiro Fred - que só empurrou para o gol.

Tentando recuperar o prejuízo, o Bragantino dava espaços para o Fluminense explorar o último terço. Aos 24, Luiz Henrique quase ampliou o placar. O jovem foi lançado pela esquerda, dominou, ganhou do zagueiro e chutou cruzado, quase sem ângulo. Ainda assim, a bola cruzou toda a extensão do gol e saiu pela linha de fundo.

O Tricolor seguiu na pressão. Em jogada pela direita, a bola sobrou para Calegari, que chutou cruzado e carimbou a trave direita. No rebote, Yago Felipe dominou, girou e soltou a bomba para Júlio Cesar espalmar por cima do gol. O Massa Bruta não conseguia respirar fora de seu campo de defesa.

Com cada vez mais espaços, o Fluminense teve alguns contra-ataques para ampliar o placar - mas acabava errando no último passe e desperdiçando as possibilidades. Foram pelo menos três chegadas em superioridade numérica na área do Bragantino.

O segundo gol veio em alto nível. Aos 43, Luiz Henrique recebeu de Caio Paulista na entrada da área, cortou dois adversários com um só corte e acertou na gaveta com a perna direita - que não é a boa. Uma pintura para deixar o Tricolor mais tranquilo na descida para o intervalo.

Segundo tempo

Os visitantes voltaram um pouco mais atentos para a segunda etapa, reduzindo os espaços deixados no campo de defesa e tentando se organizar de maneira efetiva no setor ofensivo. Os mandantes, por outro lado, voltaram desatentos devido à vantagem no placar.

A primeira chance do Braga foi aos 14 minutos. Realpe fez boa jogada individual e cruzou a bola para o meio da área. O centroavante Gabriel Novaes subiu totalmente sozinho, de frente para o gol, mas cabeceou para fora e perdeu excelente oportunidade de diminuir o placar.

Seguindo na mesma batida, o Massa Bruta conseguiu descontar aos 16. Após ótima triangulação entre Pedrinho, Gabriel Novaes e Helinho, envolvendo a defesa tricolor, o ponta direita bateu de primeira, da entrada da área, e acertou na gaveta, sem chances para Marcos Felipe.

Marcão sentiu o Flu recuar muito e resolveu atuar, tirando Fred e Luiz Henrique para colocar Bobadilla e Gabriel Teixeira. Os dois participaram de jogada polêmica aos 33: o centroavante cruzou para o jovem meia, que bateu rasteiro e mandou para o gol. No entanto, o VAR anulou após quatro minutos alegando impedimento.

Na reta final, o Fluminense soube segurar a bola no campo de ataque para evitar a pressão do Bragantino pelo empate. Com a vitória, o Tricolor segue invicto em casa no Campeonato Brasileiro sob o comando de Marcão, com 3 vitórias e 2 empates.

A vitória projetou o clube das Laranjeiras para 32 pontos, na oitava colocação - no entanto, com a tabela muito embolada, apenas um ponto separa o time carioca do Fortaleza, quarto colocado. Já o Bragantino estacionou nos 33 e perdeu a chance de entrar na zona de classificação à Libertadores.

Na próxima rodada, o Fluminense viaja para enfrentar o Santos, na Vila Belmiro, no domingo (3). Já o Red Bull Bragantino recebe o Corinthians no Estádio Nabi Abi Chedid.

< Nos pênaltis, Argentina supera Rússia e pega o Brasil na semi da Copa de Futsal Rei Pelé parabeniza argentino Lionel Messi por quebrar seu recorde <