Esportes

Messi, Lewa ou Salah? Saiba quem venceu o prêmio 'The Best', da FIFA

Imagem ilustrativa da imagem Messi, Lewa ou Salah? Saiba quem  venceu o prêmio 'The Best', da FIFA
'The Best' premiou diversos atletas em relação à temporada passada. Foto: Divulgação

A Federação Internacional de Futebol divulgou nesta segunda-feira (17), em cerimônia realizada em Zurique, na Suíça, o vencedor do prêmio 'The Best', que elege o melhor jogador do mundo na temporada. Trata-se de Robert Lewandowski, do Bayern de Munique, que superou Lionel Messi, do PSG, e Mohamed Salah, do Liverpool.

Pela primeira vez desde 2004, a premiação tem um resultado diferente da Bola de Ouro, organizada pela revista France Football. Na época, o 'The Best' escolheu Ronaldinho Gaúcho - enquanto a outra editoria elegeu o ucraniano Andriy Shevchenko. Desde então, ambos os prêmios vêm convergindo na definição do melhor atleta do ano. Entre 2010 e 2016, as publicações chegaram se fundir, criando o "Fifa Ballon D’or".

Na temporada 2020/21, Lewa disputou 56 jogos, marcando 59 gols e dando 18 assistências. Ele conquistou três títulos.

A votação da FIFA é realizada com capitães e técnicos das seleções, além de jornalistas e fãs.

Outros vencedores

Na disputa de melhor jogadora, a favorita Alexia Putellas, do Barcelona, vencedora da Bola de Ouro, desbancou a companheira de clube Jennifer Hermoso e Sam Kerr, do Chelsea. Já na eleição de melhor goleiro, Mendy, do Chelsea, superou grandes nomes como Donnarumma, do PSG, e Neuer, do Bayern de Munique.

O prêmio Puskas, escolha do gol mais bonito da temporada, ficou para Erik Lamela, do Tottenham, superando Patrik Schick, do Bayer Leverkusen, e Mehdi Taremi, do Porto. Já a melhor goleira foi Christiane Endler, do PSG, desbancando Ann-Katrin Berger, do Chelsea, e Stephanie Labbé, do Rosengård.

Entre os treinadores, Emma Hayes, do Chelsea, venceu no feminino - superando Lluis Cortés, do Barcelona, e Sarina Wiegman, das seleções holandesa e inglesa. No masculino, Thomas Tuchel, do Chelsea, venceu Roberto Mancini, da seleção italiana, e Pep Guardiola, do Manchester City.

Por fim, foram eleitas as seleções FIF PRO masculina e feminina. Entre as mulheres, o time foi: Endler, Bronze, Renard, Bright e Eriksson; Banini, Lloyd e Bonanser; Miedema, Marta e Alex Morgan. Já entre os homens, a escalação teve: Donnarumma, Rúben Dias, Bonucci e Alaba; Jorginho, Kanté, De Bruyne; Cristiano Ronaldo, Haaland, Lewandowski e Messi.

< Criança atacada por pitbull em Niterói estava em férias com a família Homem condenado por feminicídio é preso na Baixada Fluminense <