Polícia

Fraudes no abastecimento de combustíveis na mira da polícia no Rio

Imagem ilustrativa da imagem Fraudes no abastecimento de combustíveis na mira da polícia no Rio
A sobra de dinheiro do caixa era apropriada pelos integrantes da organização. Foto: Pedro Conforte/Arquivo

Policiais civis da Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD) realizam, nesta terça-feira (9), uma operação contra uma organização criminosa que praticava fraudes no abastecimento de frotas de clientes corporativos em um posto de São Cristóvão, Zona Norte do Rio. Os agentes estão nas ruas para cumprir cinco mandados de busca e apreensão em endereços ligados a esta quadrilha.

Dentre os lesados neste esquema estão empresas privadas e entes públicos. De acordo com as investigações, o grupo era formado por frentistas e motoristas de veículos pertencentes a essas pessoas jurídicas.

Os funcionários dos postos simulavam o abastecimento, com o consentimento dos motoristas, que assinavam o “recibo de crédito”, documento que garantia o pagamento ao estabelecimento. A sobra de dinheiro do caixa era apropriada pelos integrantes da organização.

A DDSD realizou um monitoramento no estabelecimento e, apenas no período entre 26 de julho e 24 de agosto deste ano, foram constatados 16 abastecimentos fraudulentos. A prática, porém, vinha ocorrendo há mais tempo, segundo os agentes. A investigação utilizou imagens de câmeras de segurança e análise de documentos e dados do software das bombas de abastecimento, possibilitando a identificação, até o momento, de cinco envolvidos, sendo três frentistas e dois motoristas.

As diligências cumpridas pela DDSD têm o objetivo de apreender telefones celulares, computadores, documentos e outros objetos que possam fornecer mais elementos para a identificação dos demais integrantes do grupo e eventuais novos lesados.

< PM realiza operação na Zona Norte de Niterói SBT desmente demissão de Ana Paula Renault por brigas nos bastidores <