Polícia

Niterói, SG e Maricá têm quedas em roubos após mudanças

Imagem ilustrativa da imagem Niterói, SG e Maricá têm quedas em roubos após mudanças
Números relacionados a Maricá e Niterói foram apresentados nesta quinta-feira (7). Foto: Lucas Benevides

Pouco mais de um mês após as mudanças no comando de diversos batalhões de Polícia Militar em todo o estado do Rio de Janeiro, os municípios de São Gonçalo, Niterói e Maricá apresentaram quedas nos principais índices criminais em setembro, segundo informações coletadas pelos batalhões de São Gonçalo (7ºBPM) e Niterói (12ºBPM), responsáveis pelo policiamento nos três municípios. As trocas de comandantes aconteceram no fim do mês de agosto e tiveram resultado expressivo durante o mês de setembro.

São Gonçalo, por exemplo, registrou 169 roubos de rua em setembro deste ano, uma queda de 57% em relação ao mesmo período do ano passado, quando houveram 393 casos. Os números são os menores desde o mês de fevereiro de 2005, quando tiveram 168 registros de roubos de rua. Já em relação aos roubos de veículos, a cidade teve 164 crimes registrados, uma diminuição de 2% se comparado a setembro de 2020, quando houveram 169 casos desta magnitude.

Sobre o crime de roubo de cargas, o município teve um aumento de 10%, segundo levantamento da unidade. Durante o mês de setembro a cidade teve 22 crimes desse tipo, enquanto no mês de setembro de 2020 houveram 20 casos de roubo de carga.

De acordo com o comandante do Batalhão de São Gonçalo (7ºBPM), tenente-coronel Aristheu de Goés, a unidade vem realizando um trabalho de combate ostensivo à criminalidade através da coleta de dados de inteligência e patrulhamento em áreas de incidência criminal.

"Acreditamos que as modificações no planejamento e a integração com outras forças, com objetivo de aumento da ostensividade do policiamento, tenham influência nos resultados. O 7º BPM continuará em busca da melhoria e sensação de segurança e consequente queda dos índices criminais, buscando união com outros órgãos e participação da população".

Tenente-coronel Aristheu de Goés, comandante do Batalhão de São Gonçalo.

Já o comandante do Batalhão de Niterói (12ºBPM), tenente-coronel Marcelo Carmo, apresentou os números referentes aos municípios de Niterói e Maricá durante a reunião do Conselho Comunitário de Segurança de Niterói, realizada na manhã desta quinta-feira (7), na sede da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Niterói, no Centro da cidade.

Segundo os dados divulgados, a área abrangida pelo 12ºBPM registrou 131 roubos de rua, uma redução de 19% comparados ao mês de setembro de 2020, quando houveram 162 crimes dessa magnitude. Já em relação aos roubos de carga, as cidades registraram três durante o mês de setembro, repetindo a mesma quantidade de delitos registrados no mesmo período do ano passado.

Com relação ao crime de roubo de veículo, Maricá e Niterói, juntos, registraram 37 crimes dessa magnitude durante o mês de setembro, uma queda de 5% em comparação ao mesmo mês do ano passado, quando houveram 39 roubos de cargas.

Durante a reunião, o atual comandante da unidade, que assumiu a gestão no dia 31 de agosto, celebrou a queda nos indíces criminais e agradeceu por todo o aporte feito pelo Governo do Estado na segurança pública de Niterói e Maricá, através dos programas Segurança Presente e Bairro Seguro.

Conselho de seguranca
Comandante do Batalhão de Niterói (12ºBPM) celebrou queda nos índices criminais. Foto: Lucas Benevides

"Temos que ressaltar o ótimo trabalho feito pelo Segurança Presente durante esse mês de setembro. Essas reduções são fruto de um trabalho integrado entre o Batalhão de Niterói, o Segurança Presente e outro órgãos de segurança pública da cidade. As cidades de Maricá e Niterói podem esperar muito trabalho nos próximos meses e trabalharemos de forma intensa para o combate ao crime organizado e outras mazelas da sociedade".

Tenente-coronel Marcelo Carmo, comandante do 12º BPM
< São Gonçalo realiza ação educativa e multa quem descarta lixo irregularmente Maricá prorroga Auxílio ao Trabalhador até o fim do ano <