Documentário

Filme sobre juíza Patrícia Acioli será lançado em Niterói

Estreia acontece no próximo dia 11

Patrícia Acioli foi morta com 21 tiros quando chegava em sua casa em Niterói após sair do Fórum de São Gonçalo, onde trabalhava
Patrícia Acioli foi morta com 21 tiros quando chegava em sua casa em Niterói após sair do Fórum de São Gonçalo, onde trabalhava |  Foto: Reprodução/Redes Sociais
 

Exatamente 11 anos após o crime que chocou o país, o longa-metragem documentário ‘Patrícia Acioli, a juíza do povo’ chega ao cinema, no dia 11 deste mês, para contar a história da magistrada titular da 4ª Vara Criminal de São Gonçalo assassinada por policiais militares do 7º BPM (São Gonçalo).

A Justiça afirma que os policiais acusados cometiam crimes na cidade e estavam insatisfeitos com a atuação da juíza. Patrícia foi executada no dia 12 de agosto de 2011 quando chegava em casa, em Piratininga, na Região Oceânica de Niterói.  

Leia+: Mandante do assassinato da juíza Patrícia Acioli deixa Bangu I

Leia+: Negado mandado de segurança a acusado por morte de juíza em Niterói

Leia+: Acusado pela morte da juíza Patrícia Acioli tem nova condenação

Com direção e roteiro do jornalista Humberto Nascimento, primo da magistrada, o filme conta detalhes da vida pessoal, familiar e profissional da juíza, além de mostrar os bastidores da investigação que condenou 11 PMs do 7º BPM. Embora seja um documentário, o filme traz encenações.

A juíza é interpretada pela atriz Maíra Porto e os assassinos pelos atores Lucas Toledo e Pablo Marcell.

O projeto do longa-metragem foi um dos vencedores do 2º Edital de Fomento ao Audiovisual da Prefeitura de Niterói de 2019. Por conta da pandemia, as gravações só foram iniciadas no final de 2021. A pré-estreia de ‘Patrícia Acioli, a juíza do povo’ será no próximo dia 11 (quinta-feira), às 18h, na Sala Nelson Pereira dos Santos, na Avenida Visconde do Rio Branco, 880 – São Domingos, Niterói.

< Roda de samba em Niterói recebe Carlinhos 7 cordas e mais atrações <